Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Director do São Carlos despedido por carta

Paolo Pinamonti terá recusado continuar à frente do São Carlos. Hoje recebeu uma carta da ministra da Cultura em que ficou a saber o nome do seu sucessor: Christoph Damman o actual director da Ópera de Colónia.

Paolo Pinamonti, segundo a tutela, recusou em Setembro continuar à frente do Teatro São Carlos perante a alteração de condições que lhe foi proposta pelo ministério da Cultura. O director do Teatro Nacional São Carlos, que exerce estas funções desde 2001, soube esta tarde através de uma carta enviada por Isabel Pires de Lima que não será reconduzido no final do seu mandato, que termina a 31 de Março, e que o seu substituto é o actual director-geral dos teatros de ópera de Colónia na Alemanha, Christoph Dammann.

O Expresso apurou que Christoph Dammann deverá receber “mais ou menos” o mesmo que Paolo Pinamonti. Mas segundo o ministério da Cultura isso é “irrelevante”. O mais importante, assegura uma fonte do Palácio da Ajuda, “é o curriculo de Christoph Dammann que é fabuloso”.

Christoph Dammann deverá chegar depois de amanhã (quinta-feira) a Lisboa e terá a seu cargo a temporada do São Carlos a partir de Setembro. O contrato do novo director artístico termina em 2009.