Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Diploma de Sócrates investigado

Pinto Monteiro enviou para DCIAP denúncias sobre a Independente. Entre elas estão duas sobre primeiro-ministro.

O Procurador-Geral da República, Pinto Monteiro, encaminhou para o Departamento Central de Investigação e Acção Penal as denúncias que recebeu sobre o processo de licenciatura de José Sócrates. Esta tarde, a Procuradoria-Geral da República emitiu uma nota, revelando que foram enviadas para o DCIAP " todas as denúncias e documentos remetidos a esta Procuradoria-Geral e relacionados com a Universidade Independente". Entre elas estão as que envolvem a licenciatura do primeiro-ministro: uma da autoria do advogado José Maria Martins, que representa Carlos Silvino (Bibi) no processo da Casa Pia, e outra anónima.

De acordo com uma nota do gabinete de imprensa da PGR, Pinto Monteiro remeteu as denúncias para Cândida Almeida, directora do DCIAP, "a fim de que a mesma proceda às investigações que se venham a mostrar necessárias". Em declarações ao Expresso (ver relacionados no final deste texto), o PGR já tinha adiantado que esta semana tomaria uma decisão. Apesar da controvérsia que a licenciatura de Sócrates tem provocado, Pinto Monteiro afirmou não se sentir "absolutamente nada forçado a abrir uma investigação".

Esta investigação correrá paralelamente a duas já em curso. Uma no Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa, que levou já à detenção do reitor Luís Arouca, do ex-vice reitor Rui Verde e de sócio da SIDES Amadeu Lima de Carvalho. E há uma segunda no DCIAP, mas cujo objecto da investigação ainda não é conhecido.