Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Detido presumível "número um" da ETA

Foi detido esta manhã em Bordéus Francisco Javier López Peña, o homem que as autoridades espanholas pensam ser o "número um" da ETA.

Francisco Javier López Peña, um dos quatro alegados membros da ETA detidos hoje, em França, é considerado em Madrid o "número um" da organização terrorista basca, informaram fontes do Ministério Interior.

"É considerado o 'número um' da organização", disse fonte em Madrid, recordando que López Pe¤a é conhecido pelo nome de código Thierry.

Peña foi detido numa operação conjunta da polícia francesa e da Guarda Civil, que decorreu em Bordéus e durante a qual foram detidos três outros alegados membros da organização que defende a independência basca.

Fontes da luta anti-terrorista em Madrid consideram Thierry o chefe militar e político da ETA e um dos responsáveis pelo atentado no aeroporto de Madrid, em Dezembro de 2006, que causou dois mortos.

Estava em fuga desde 1983, tendo participado nas negociações com o governo, em 2006, e sendo considerado um dos responsáveis pela ruptura da trégua.

Os detidos incluem ainda Ainhoa Zaeta Mendiondo - que se pensa ter lido o comunicado em que a ETA anunciou o fim da trégua - Igor Suberbiola (membro do aparelho político da ETA e Jon Salaberría (ex-deputado no parlamento basco do agora ilegalizado Batasuna).