Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Desempregados não serão obrigados a desqualificação profissional

O secretário geral da UGT, João Proença, garantiu hoje que um trabalhador não vai ser obrigado a aceitar um posto de trabalho que traduza a sua desqualificação profissional. Clique para visitar o dossiê Aumento de impostos

O secretário geral da UGT, João Proença, garantiu hoje que um trabalhador não vai ser obrigado a aceitar um posto de trabalho que traduza a sua desqualificação profissional, quer ao nível da qualificação, ou das habilitações literárias.

Clique para aceder ao índice do DOSSIÊ AUMENTO DE IMPOSTOS

"Nesta alínea do emprego conveniente o que se propôs, o que está em causa é melhorar a redação da lei e não piorá-la", afirmou João Proença, que falava à margem do Congresso Fundador da União Geral de Trabalhadores (UGT), em Vila Real.

A edição fim de semana do Diário Económico avança hoje que os novos desempregados subsidiados vão ser obrigados a aceitar uma oferta de emprego fora do seu setor de actividade ou mesmo uma profissão diferente da que tinham antes de ficarem sem trabalho.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.