Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Cristina Gonçalves, boccia

Tem paralisia cerebral mas isso não a impediu de ser uma campeã paralímpica.

Embora em Portugal poucos a conheçam, Cristina Gonçalves já fez içar a bandeira nacional um pouco por todo o mundo. Aos 28 anos, conta com três medalhas de ouro na modalidade-rainha no desporto para deficientes, o boccia, que descobriu há nove anos.

Cristina sempre gostou do sabor da competição. E as limitações que a tornam «diferente» aos olhos da sociedade - dificuldades na coordenação motora e problemas na expressão verbal - nunca a demoveram. Mal descobriu o boccia, achou-o logo «interessante e competitivo». Diz que lhe trouxe «incentivo e emoções fortes».

A sua primeira grande vitória aconteceu em 2003, na Taça do Mundo de Boccia, na Nova Zelândia. «Foi uma luta constante mas acabámos por ganhar», lembra. Em equipa ou individualmente, as vitórias somam-se e Cristina não esconde o «orgulho de representar a pátria». A sua vida tornou-se «mais divertida com as viagens», mas a atleta confessa: «Sabe sempre muito bem regressar a Portugal».

Adepta também da pintura, Cristina passa a maior parte dos seus dias na Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa, ocupada com as actividades lúdicas, os amigos e os treinos diários. Calma e divertida, garante que ser campeã não lhe mudou a atitude. «Só ponho em prática o que aprendi. É preciso dar um passo de cada vez e praticar muito para se estar em forma».

«Continuar a treinar e ir a campeonatos durante muitos anos» é o seu grande desejo. Participar nos Paralímpicos de Pequim 2008 é um sonho ainda incerto, mas Cristina mostra-se confiante: «Temos de lutar e nunca desistir daquilo que se quer. Eu sou uma lutadora».

BOCCIA

O Boccia é um desporto, misto, onde não existe divisão por sexos, que pode ser jogado individualmente, por pares ou por equipas de três jogadores. O Boccia é um desporto, praticado em cadeira de rodas, por atletas portadores de paralisia cerebral e outras deficiências motoras.

Este desporto requer dos jogadores muita concentração, coordenação, controle muscular, precisão, trabalho de equipa, cooperação e estratégia.

O Boccia é jogado em pavilhão, com marcações próprias para o efeito. O jogo é composto dois conjuntos de 6 bolas cada, 1 de cor vermelha e outro de cor azul e 1 bola branca (bola alvo). O objectivo do jogo consiste em que o jogador, par ou equipa coloque o maior número de bolas da cor com que está a jogar, mais próximas da bola alvo, do que as do adversário (s). As bolas podem ser arremessadas com mão, o pé, ou para atletas que tenham uma deficiência que lhes afecte os 4 membros, utilizando dispositivos de compensação, calhas e ponteiros para o acto de lançamento.

É modalidade do Programa Paralímpico desde Jogos de Nova Iorque em 1984.