Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Criança raptada será entregue amanhã

Testes de ADN confirmaram a paternidade e a menina vai ser entregue aos pais biológicos. O Tribunal de Penafiel decretou a prisão preventiva para a suspeita do sequestro.

A bébé de Penafiel raptada há cerca de um ano e que foi encontrada em Valongo na segunda-feira vai ser entregue amanhã aos pais. O anúncio foi feito hoje por Vítor Guimarães, director nacional adjunto da Polícia Judiciária, em conferência de imprensa, logo depois de chegados os resultados dos testes de ADN realizados pelo Instituto de Medicina Legal do Porto, que confirmaram a paternidade da criança.

Vítor Guimarães disse também que um sequestro desta natureza, envolvendo um bebé com poucos dias de vida, é um crime de “terrível dificuldade investigatória”, admitindo que a PJ não tinha nenhuma pista concreta  para encontrar a criança desaparecida. “É um crime quase perfeito”, classificou.

Segundo afirmou o director da PJ, ainda não é líquido dizer que a suspeita actuou sozinha, ou se teve cúmplices para conseguir levar a criança sem ser notada. “A investigação ainda não está terminada”, disse. A suspeita, que terá já confessado o crime, foi hoje detida preventivamente por sequestro agravado, depois de ter sido ouvida no tribunal de Penafiel. 

A criança foi raptada a 17 de Fevereiro de 2006, quando tinha apenas três dias de vida. Na segunda-feira, após denúncia feita pelo companheiro e pela cunhada da suspeita, a PSP de Valongo resgatou a criança e deteve a mulher acusada.