Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Crédito à habitação mais fácil

O crédito bancário aumentou quase 14 milhões de euros entre Janeiro e Agosto e é, neste momento, o mais elevado de sempre em Portugal.

A aquisição de casa com recurso ao crédito foi mais fácil no terceiro trimestre deste ano, de acordo com o “Inquérito aos Bancos sobre o Mercado de Crédito” (ver relacionados), divulgado hoje pelo Banco de Portugal.

Embora apenas um dos cinco grupos inquiridos tenha referido que aliviou os critérios para concessão de empréstimos à habitação, a concorrência ajudou a baixar as margens bancárias e tornou o endividamento mais atractivo para as famílias.

Nos restantes segmentos, a maior parte das instituições não alteraram a política do trimestre anterior e apenas uma aumentou ligeiramente a restritividade na concessão de crédito. Recorde-se que o endividamento dos particulares disparou nos primeiros oito meses deste ano.

Ao todo, o crédito concedido para habitação, consumo e outros fins aumentou quase 14 mil milhões de euros entre Janeiro e Agosto e está agora no valor mais elevado de sempre em Portugal.

Em relação aos empréstimos concedidos a empresas, o Banco de Portugal refere que não se registaram alterações significativas nos critérios de concessão em termos globais face aos três meses anteriores. Apenas alguns dos inquiridos realizaram alterações nas condições do crédito, nomeadamente em relação aos spreads e a comissões cobradas.