Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Costa faz acordo com Roseta

Os vereadores Cidadãos por Lisboa vão colaborar com a minoria socialista. Helena Roseta irá elaborar um plano de habitação e Manuela Júdice será responsável pelos diálogos interculturais. O entendimento, sem mexer com a divisão de pelouros, será anunciado hoje (terça-feira), às 17h30.

António Costa, presidente da Câmara de Lisboa, e Helena Roseta, vereadora que lidera os Cidadãos por Lisboa, vão oficializar nesta tarde (terça-feira), às 17h30, um entendimento de colaboração para o resto do mandato. Na conferência de imprensa estará também presente Manuela Júdice, a outra eleita dos Cidadãos por Lisboa.

Ao que o Expresso apurou, não haverá qualquer atribuição de pelouros. As duas vereadoras terão a seu cargo tarefas concretas. Helena Roseta irá elaborar um programa local de habitação. Este - previsto pelo Governo na Estratégia Nacional de habitação - contemplará os prédios devolutos e a habitação social, entre outros pontos.

Já Manuela Júdice ficará com responsabilidades na área da Cultura, pois será incumbida de organizar um evento multicultural (Lisboa, encruzilhada de culturas), a realizar na capital, em 2009.

Na segunda metade do actual mandato da Câmara de Lisboa, iniciado há pouco mais de um ano (com as eleições intercalares de 15 de Julho de 2007), a relação de forças no executivo municipal ganha, assim, nova expressão. A aliança do PS com o Bloco de Esquerda apenas dava a António Costa sete vereadores (contra 10 da oposição). Agora, com os dois eleitos dos Cidadãos por Lisboa, o presidente consegue uma maioria de votos (nove contra oito).

Embora o acordo exclua outras áreas - os Cidadãos por Lisboa salientam que não existirá qualquer obrigação de voto -, Costa estabelece uma aproximação política que poderá ser decisiva para aprovar propostas que de outro modo corriam o risco de ser chumbadas.