Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Conflito já fez mil mortos

Em menos de um mês o conflito entre Israel e o Líbano fez perto de mil mortos, anunciou a Unicef.

Os ataques de Israel ao Líbano e contra-ataques do Hezbollah causaram 958 mortos e mais de três mil feridos ao longo dos 27 dias do conflito, indicou segunda-feira a Unicef.

A organização das Nações Unidas está também muito preocupada com a situação dos refugiados. Calcula-se que só para a Síria tenham partido 180 mil libaneses. Dentro do Líbano há mais 900 deslocados, perto de metade dos quais são crianças. Muitos dos refugiados encontram-se instalados em escolas com deficientes condições de higiene. Situação que terá tendência a agravar-se com a intensificação do conflito, até porque Israel está prestes a lançar uma ofensiva massiva contra a milícia do Hezbollah, no sul do Líbano.

Segunda-feira à noite mais 20 libaneses morreram num ataque aéreo israelita contra um bairro dos subúrbios a sul de Beirute, indicou a Agência Nacional de Informação (ANI).

O primeiro-ministro israelita, Ehud Olmert, afirmou hoje que o seu Governo considera «interessante» a proposta do seu homólogo libanês, Fuad Siniora, de destacar 15 mil soldados para a fronteira com Israel, mas a medida não deverá ter quaisquer efeitos imediatos para o apaziguamento da situação.