Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Ciência e renováveis juntam Sócrates e Lula

O pimeiro ministro português reúne-se com o presidente do Brasil na quarta feira em Lisboa no âmbito da X Cimeira Luso-Brasileira, que dará ênfase à cooperação nas áreas de ciência, tecnologia e inovação e de energias renováveis.

José Sócrates e Lula da Silva reúnem-se quarta feira ao final do dia em Lisboa no âmbito da X Cimeira Luso-Brasileira, que dará ênfase à cooperação nas áreas de ciência, tecnologia e inovação e de energias renováveis. 

À chegada a Lisboa do Presidente do Brasil, Lula da Silva, esta prevista para as 16h15 horas locais de quarta feira, após participar em Madrid na VI Cimeira América Latina e Caraíbas - União Europeia, segundo informou à Lusa o Itamaraty, sede da diplomacia brasileira. 

Antes da reunião com o primeiro ministro, José Sócrates, marcada para 19h00 horas, o chefe de Estado brasileiro será recebido pelo Presidente da República, Cavaco Silva, em Belém. 

A X Cimeira Luso-Brasileira dará ênfase à cooperação nas áreas de ciência, tecnologia e inovação e de energias renováveis. 

Cooperação com países africanos

No encontro, Lula da Silva e José Sócrates deverão conversar sobre a cooperação trilateral com países africanos, nomeadamente no setor de energia, sendo que a reunião servirá também para incentivar negócios de empresários portugueses no Brasil no contexto do Mundial de 2014 e dos Jogos Olímpicos 2016. 

Um dos marcos da cimeira bilateral será a assinatura de um acordo para pesquisa e exploração conjunta de petróleo em águas profundas no Brasil entre a Galp e a brasileira Petrobras, revelou à Agência Lusa fonte diplomática

Outro tema em destaque é a projeção da língua portuguesa no mundo, cujas estratégias foram delineadas pelo Conselho de Ministros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), no final de março, em Brasília. 

Reforço cultural 

A adoção do Plano de Ação para a Promoção, Difusão e Projecção da Língua Portuguesa, que prevê, entre vários pontos, a introdução do português como língua de documentação das Nações Unidas, será recomendada à cimeira dos chefes de Estado e de Governo da CPLP, em julho, na capital angolana. 

Na área cultural, deverá ser definido que 2011 será o Ano de Portugal no Brasil e 2012, o Ano do Brasil em Portugal. 

O chefe de Estado brasileiro, em fim de mandato, regressa ao Brasil no mesmo dia, logo após o jantar oferecido por José Sócrates, encerrando um périplo por cinco países - Rússia, Qatar, Irão, além de Espanha e Portugal, iniciado na quarta feira passada. 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.