Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Centro Norte-Sul: 20 anos a levar a Europa ao mundo

Centro Norte-Sul do Conselho da Europa faz amanhã 20 anos. Cerimónia de entrega do Prémio Norte-Sul traz a Lisboa um dos galardoados deste ano: Rola Dashti. Mikhail Gorbatchev, o outro premiado, far-se-á representar.

Cristina Pombo (www.expresso.pt)

Há 20 anos que se mantém atento aos desafios do mundo actual. O Centro Norte-Sul do Conselho da Europa, com sede em Lisboa, foi criado no final da Guerra Fria, em 1990, para sossegar aqueles que pensavam que a Europa estava isolada. Estabelece ainda hoje pontes de diálogo com o Mediterrâneo Sul e com África na tentativa de encorajar e facilitar processos de transição democrática.

Cabo Verde, o mais recente membro do Centro, "é um exemplo de sucesso no desenvolvimento democrático", disse ao Expresso o director do Centro Denis Hubert.

"Um Mundo, o Nosso Mundo" serve de mote às celebrações do 20.º aniversário, que coincidem com a distinção do ex-Presidente da União Soviética, Mikhail Gorbatchev, com o Prémio Norte-Sul, pelo seu desempenho na unificação e pacificação do Leste europeu, e também de Rola Dashti, activista pelos direitos humanos, e uma das quatro mulheres eleitas no ano passado para o Parlamento do Koweit.

Conferência reúne antigos premiados

O Prémio Norte-Sul distingue, desde 1995, os defensores dos direitos humanos e os promotores da cooperação entre os povos. A cerimónia oficial de entrega do prémio decorre amanhã, dia 18, na Sala do Senado da Assembleia da República, em Lisboa. Mikhail Gorbatchev, à última hora, viu-se obrigado a suspender a sua vinda a Lisboa para receber o prémio. Far-se-á representar e enviará uma mensagem vídeo.

Antes, porém, realizam-se no mesmo dia dois outros eventos relacionados com o Centro Norte-Sul do Conselho da Europa. A partir das 9h, nos Paços do Concelho, decorre a conferência "O Século XXI, Século da Interdependência e Solidariedade Mundiais", onde vão estar presentes vários antigos laureados.

Entre os diversos oradores contam-se Ólafur Ragnar Grímsson, Presidente da Islândia, Abderrahman Youssoufi, ex-primeiro-ministro de Marrocos, Vera Duarte, presidente honorária da Associação Cabo-Verdiana das mulheres juristas e ex-ministra da Educação e do Ensino Superior de Cabo Verde, Sabuni Nyamko, ministra da Integração e da Igualdade entre os Géneros (Suécia) e Mário Soares e Jorge Sampaio.

Em debate, entre outros temas, estarão as "alternativas ao actual sistema económico, a gestão democrática da diversidade cultural e como obter um equilíbrio entre as responsabilidades e os direitos dos cidadãos", revela Denis Hubert.

Entre as 10 e as 10h30, os trabalhos da conferência serão interrompidos para a inauguração da exposição fotográfica "20 Bridge Builders na História da Humanidade".