Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Cavaco e Sócrates escolhem novo PGR

Cavaco e Sócrates reúnem-se esta tarde para decidir quem é o senhor que se segue. O mandato de Souto de Moura termina a 9 de Outubro.

O futuro procurador-geral da República (que vai suceder no cargo a José Souto de Moura) é escolhido esta tarde por Cavaco Silva e José Sócrates, numa reunião no Palácio de Belém. O anúncio público pode ser feito ainda hoje ou amanhã.

O perfil está traçado e os líderes partidários já foram ouvidos. Vários nomes surgiram na praça pública e outros são discutidos nos bastidores dos meios jurídicos e políticos. Os que mais adeptos reuniram no seio do núcleo duro do Governo foram Artur Costa e Henriques Gaspar, ambos juízes conselheiros do Supremo Tribunal de Justiça, provenientes da carreira do Ministério Público.

Outros nomes fortes na corrida foram Laborinho Lúcio (ex-ministro da Justiça e juiz conselheiro já jubilado) e Costa Andrade (professor universitário de Direito), mas começaram a ser afastados por não cumprirem os critérios definidos: magistrado, sem cargos governamentais no currículo, com experiência na carreira judicial e do Ministério Público, capacidade técnica de qualidade superior, carisma de líder mas aberto ao diálogo.

O perfil é difícil de preencher. Apesar da lista de "candidatos" (alguns mesmo "auto-candidatos") ser longa. Nela figuram ainda a procuradora-geral-adjunta Cândida Almeida, o juiz conselheiro Pinto Monteiro, o advogado Proença de Carvalho, e até o actual director nacional da Polícia Judiciária, Alípio Ribeiro (também procurador-geral-adjunto).

O mandato de Souto de Moura termina a 9 de Outubro.