Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Casa Pia: Leitura de acórdão adiada para 5 de agosto

A leitura do acórdão do processo de abuso sexual de menores esteve marcada para 9 de julho, mas o coletivo emitiu um despacho marcando a nova data.

A leitura do acórdão no processo Casa Pia foi hoje adiada para 5 de agosto, disse à Lusa fonte judicial. 

A leitura do acórdão do processo de abuso sexual de menores esteve marcada para 9 de julho, mas o coletivo emitiu um despacho marcando a nova data.

A sessão do dia 9 de julho servirá para analisar o relatório social do principal arguido, Carlos Silvino. 

O coletivo de juízes só hoje recebeu o relatório social de Carlos Silvino, que foi refeito nas últimas duas semanas por uma equipa do Instituto de Reinserção Social. 

As partes terão agora um prazo de cinco dias, prorrogável, para se pronunciarem.

Além de Carlos Silvino, respondem em tribunal há mais de cinco anos o apresentador Carlos Cruz, o médico João Ferreira Diniz, o embaixador Jorge Ritto, o ex-provedor adjunto da Casa Pia Manuel Abrantes, o advogado Hugo Marçal e Gertrudes Nunes, dona de uma casa de Elvas onde alegadamente ocorreram abusos sexuais.

Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.