Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Cantores de palmo e meio que fazem sucesso na Web

"De pequenino se torce o pepino", já dizia o ditado. E se no passado nomes como Michael Jackson ou Judy Garland encantaram desde a infância, hoje também são muitas as crianças que arrastam multidões de fãs. A Internet é o grande meio de divulgação. (Veja os vídeos)

Paula Cosme Pinto (www.expresso.pt)

Quem não se lembra do pequeno Michael Jackson na altura em que cantava com os irmãos na banda "The Jackson 5"? Ou de Judy Garland a interpretar o clássico "Somewhere Over the Rainbow", no filme "O Feiticeiro de Oz"? Ambos começaram em tenra idade e transformaram-se em grandes estrelas da música.

E tal como Stevie Wonder, que aos treze anos já fazia furor com o tema "Fingertips (Pt 2)", hoje em dia também há cada vez mais jovens estrelas que são a personificação do velho ditado: "De pequenino se torce o pepino". Contudo, nos tempos que correm, a máquina de divulgação do seu trabalho conta com uma ajuda preciosa que se resume a uma palavra: Internet.

Em redes sociais ou sites de partilhas de vídeos, os mais pequenos conquistam fãs todos os dias. Por vezes, o resultado é um contrato com empresas discográficas. Venha daí conhecer algumas das pequenas caras de quem se fala.

Eva Ricci tem agora dez anos, mas encanta internautas desde os sete, altura em que começou a publicar na web os seus vídeos a cantar e tocar guitarra. O tema "Teardrop on my Guitar", de Tailor Swift, é o vídeo mais visto da menina, que aos 10 anos já tem mais de 16 mil seguidores no seu canal do YouTube. Garantem os pais que a criança já tem manager e que além de cantar também compõe. Em vista está a gravação de um disco.

Em Junho de 2007, Connie Talbot participou no "Britains Got Talent", onde encantou o público e o júri ao cantar "Somewhere over the Rainbow ". Embora tivesse apenas seis anos, a menina (que canta desde os dois) chegou mesmo à final do programa. No YouTube, o vídeo da sua participação no programa foi visto mais de 80 milhões, chegando a internautas de todo o mundo. Talvez por isso, depois de em novembro do mesmo ano ter gravado o disco "Over the Rainbow", o sítio onde mais fãs conquistou foi na Ásia, onde fez uma tourné. Connie, agora com nove anos, lançou um DVD no fim de 2009 para o público asiático.

Rhema Marvanne tem sete anos e canta "desde que nasceu". Depois da mãe morrer com cancro nos ovários, em 2008, o pai decidiu gravar um dos temas que a filha queria dar como tributo à mãe. Em tons de gospel, Connie cantou "Amazing Grace". Depois de partilhado na web, o sucesso foi rápido e os seus vídeos alcançaram milhares e milhares de visitas. Recentemente a menina acabou por ser convidada para participar num filme de Gerard Butler, intitulado "Machine Gun Power". Entre os muitos vídeos que se pode encontrar na web, salienta-se a sua interpretação do clássico "Oh Holly Night" e temas de Celine Dion.

Tudo começou com uma brincadeira dos pais que puseram no YouTube um vídeo do pequeno "Hero", de dois anos, a cantar (em fraldas) o tema "Hey Jude, dos Beatles. Embora não soubesse falar inglês, o menino conseguia reproduzir a letra da banda britânica. Dois anos depois, o vídeo já foi visto mais de 16 milhões de vezes e o menino coreano é atração de programas de televisão do seu país.

Natalie Okri revelou-se em 2009 no programa "Britain Got Talent", acabando por ser afastada na semifinal pelo pesado, pesado, Susan Boyle. A menina de apenas dez anos encantou ao cantar o tema "No One", de Alicia Keys . Quando for grande diz que quer ser como a Beyonce, mas até lá encanta com a sua voz os utilizadores do YouTube, que já viram a sua interpretação mais oito milhões de vezes.