Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Campeão lidera isolado ao fim de três jornadas

O FC Porto já é líder isolado da Primeira Liga, somando vitórias nos três encontros disputados até agora.

O FC Porto já é líder isolado da Primeira Liga. Ao fim de três jornadas, o campeão nacional é a única equipa que soma vitórias em todos os encontros disputados. No fim-de-semana, a equipa de Jesualdo Ferreira venceu a Naval na Figueira da Foz por 2-0, com golos de Marek Cech e de Mário Sérgio (na própria baliza). A jornada ficou marcada pelas derrotas caseiras de Sporting e Sp. Braga frente a Paços de Ferreira e União de Leiria, respectivamente, e pela estreia a vencer do Benfica, que na Luz bateu o Nacional por 1-0. Em Setúbal a "chicotada psicológica" parece ter tido efeito e António Conceição (Toni) estreou-se com uma vitória frente ao Boavista (1-0).

Derrotas surpreendentes

No arranque da jornada o Sporting foi surpreendido, em Alvalade, pelo Paços de Ferreira. A equipa de Paulo Bento dominou o jogo, mas pela frente teve um Peçanha inspiradíssimo, que com um punhado de grandes defesas impediu o Sporting de dar a volta ao resultado. Um triunfo extremamente importante para o clube da capital do móvel, marcado, no entanto, pela polémica, já que o golo da vitória foi apontado com a mão, por Ronny. O brasileiro reforçou assim a liderança dos melhores marcadores, com quatro golos em três jogos.

Em Braga, depois da vitória europeia sobre o Chievo Verona, a equipa de Carlos Carvalhal não conseguiu superar a organização da União de Leiria e perdeu por 1-0. É o primeiro triunfo da equipa de Domingos Paciência, que se estreia também a ganhar em jogos oficiais enquanto treinador. O golo do triunfo da equipa do Lis foi apontado pelo brasileiro Paulo César.

Benfica estreia-se a ganhar

O Benfica estreou-se a ganhar no campeonato com uma vitória frente ao Nacional, que continua sem saber o que é pontuar. Depois da pesada derrota no Bessa, a equipa de Fernando Santos sentiu algumas dificuldades, mas Luisão, na sequência de um pontapé de canto apontado por Simão Sabrosa, deu ao clube da Luz os primeiros três pontos da temporada. No jogo do Estádio da Luz, destaque para as estreias de Simão, Miccoli e Karagounis, que somaram os primeiros minutos na I Liga. O "capitão" foi titular e fez mesmo a assistência para o golo da vitória. Karagounis passou de dispensado a titular e foi dos melhores em campo enquanto o italiano regressou após longa paragem por lesão mas teve pouco tempo para demonstrar a qualidade do seu futebol. Ainda assim, deu para reparar que o "30" está bem mais magro, depois de ter cumprido um programa específico de recuperação.

Em Aveiro, o Beira-Mar venceu o E. Amadora por 2-0, mantendo o bom nível neste início de temporada. Mário Jardel voltou a marcar e a provar que quem sabe nunca esquece. O brasileiro não precisa de correr, basta estar lá que o seu "faro" pelo golo faz o resto. No final do jogo, estabeleceu como meta marcar dez golos…até Dezembro. A continuar assim não será difícil. Bem-vindo "Super Mário".

Toni vence em Setúbal

No Bonfim a "chicotada psicológica" parece ter surtido efeito. Depois da saída de Hélio Sousa, António Conceição (Toni) estreou-se à frente dos sadinos e logo com uma vitória diante do Boavista, graças a um golo do luso-francês Julien, que o próprio Toni lançou no onze setubalense.

Nos outros jogos, Marítimo e Aves empataram a zero, no Funchal, enquanto em Coimbra a Académica cedeu um empate a uma bola diante do Belenenses.