Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Bebé vendida na Bolívia por €117

Abandonada pelo marido e sem dinheiro, a mãe preferiu vender a filha recém-nascida a quem pudesse criá-la.

Carlos Abreu, com agências (www.expresso.pt)

Uma cidadã boliviana de 30 anos vendeu a sua filha recém-nascida por €117 (1000 pesos bolivianos), informaram as autoridades.

Detida pela polícia, Jesusa Molle, de 30 anos, começou por acusar uma enfermeira da maternidade Cochabamba (350 quilómetros a Sudeste de La Paz), onde deu à luz no domingo, de ter raptado a menina. Mais tarde, acabaria por confessar ter vendido a bebé por não ter meios para a sustentar.

Segundo a polícia, o acordo com a compradora, Evangelina Suarez, 35 anos, que não pode ter filhos, terá sido estabelecido há cerca de dois meses.

Jesusa Molle, empregada doméstica de profissão, é oriunda de um meio rural muito pobre tendo sido abandonada recentemente pelo marido.