Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Banhista morre na praia da Amoreira

Cidadão inglês de 52 anos foi tomar banho com a filha, que o encontrou a flutuar sem vida. Trata-se de uma praia não vigiada, frisam as autoridades marítimas.

Um homem na casa dos 50 anos morreu hoje na praia da Amoreira, concelho de Aljezur, quando foi tomar banho com a filha, que o encontrou já a flutuar, sem vida, disse à Lusa fonte da Autoridade Marítima.

"Há a lamentar um acidente mortal na praia da Amoreira, um cidadão inglês de 52 anos que estava a tomar banho. Mas as causas da morte ainda não foram apuradas", afirmou o comandante Cruz Martins, frisando que se trata de "uma praia não vigiada".

A mesma fonte adiantou que a Autoridade Marítima está a investigar as causas da morte, ouvindo testemunhas do acidente, mas os primeiros relatos parecem apontar para doença súbita.

"O homem foi tomar banho com a filha e quando ela se apercebeu ele já se encontrava a flutuar perto da areia", explicou o comandante, sublinhando, no entanto, que as investigações ainda estão a decorrer e que é prematuro tirar conclusões.

No fim de semana passado verificaram-se várias mortes nas praias portuguesas. Cruz Martins alertou para a necessidade de "as pessoas se consciencializarem de que certos comportamentos implicam riscos para as suas vidas".

"Há todo um conjunto de ações que as pessoas devem ter consciência de que ao praticá-las estão a colocar as vidas em risco. Tomar banho em praias não vigiadas é uma delas, assim como colocarem-se debaixo de arribas sinalizadas ou não sinalizadas", afirmou.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.