Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

ASAE fecha 22 padarias

"Sujidade acumulada ao nível dos equipamentos, presença de parasitas e falta de sistemas de controlo de pragas" foram as razões apontadas pela ASAE para suspender a laboração de 22 padarias.

A ASAE-Autoridade de Segurança Alimentar e Económica suspendeu a laboração de 22 padarias devido a "deficientes condições de higiene", incluindo "sujidade acumulada ao nível dos equipamentos, presença de parasitas e falta de sistemas de controlo de pragas".

Foi igualmente suspensa a laboração de um armazém de produtos alimentares, também por falta de condições de higiene.

Estas acções de fiscalização, que envolveram 46 brigadas da ASAE, foram desencadeadas segunda-feira em todo o país, no âmbito da Operação Consumidor Seguro Primavera 2008, tendo sido direccionada a entrepostos e armazéns de produtos alimentares e padarias. No total, foram inspeccionados 116 agentes económicos.  

No decurso da acção, foram instaurados 59 processos de contra-ordenação e um processo-crime, por suspeita de produto avariado.

Durante a operação, foram apreendidos géneros alimentícios no valor de €5.087. 

A taxa de incumprimento desta operação foi de 52%, revela a ASAE em comunicado. 

A ASAE refere que, desde Janeiro de 2006 até ao final de Abril 2008, já foram realizadas acções de fiscalização em 769 padarias, indústrias de panificação e estabelecimentos de restauração com fabrico próprio de padaria/pastelaria.

Destas acções resultaram seis processos-crime e 448 processos de contra-ordenação. Foi suspensa a laboração em 99 padarias por falta de condições de higiene e apreendidos géneros alimentícios no valor de €15.420.

No cômputo geral, a taxa de incumprimento foi de cerca de 60%.