Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

António Vitorino abandona Parlamento

O deputado socialista e ex-Comissário Europeu, António Vitorino, vai pedir a suspensão de mandato de deputado na próxima semana.

O influente dirigente do PS assumiu dois compromissos europeus que o obrigarão, segundo afirmou ao EXPRESSO, “a frequentes deslocações”.

Vitorino vai integrar uma «task-force» de personalidades independentes que vai contribuir para a definição de uma política europeia de imigração e ainda integrar um grupo para se ocupar do relançamento do debate sobre o Tratado Constitucional Europeu, cuja aprovação ficou paralisada depois dos “nãos” dos referendos francês e holandês.

António Vitorino, de 49 anos, foi secretário de Estado de um dos governos de Soares, ministro de António Guterres, Comissário Europeu para a Justiça e Assuntos Internos e referido por diversas personalidades do PS para o cargo de secretário-geral do partido. Foi na sequência da sua recusa em candidatar-se a líder dos socialistas que José Sócrates avançou para a liderança. Mais recentemente foi, igualmente, referido como possível candidato da esquerda à Presidência da República, mas uma vez mais pôs-se de fora.

H.M.