Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Andropausa atinge 2% dos homens

Para além de alguns sintomas sexuais, o baixar dos níveis hormonais masculinos pode também causar apatia, falta de energia e tristeza, indica um estudo da Universidade de Manchester

A andropausa afeta cerca de 2% dos homens, que com a idade sofrem uma descida dos seus níveis de testosterona, segundo um estudo publicado hoje no "New England Journal of Medicine".

Investigadores da Universidade de Manchester, no Reino Unido, elaboraram o estudo para estabelecer os critérios que se devem aplicar num diagnóstico preciso desta situação.

Os especialistas afirmam a existência de andropausa apenas quando há níveis baixos de testosterona, a par de alguns sintomas sexuais relacionados com o défice desta hormona.

Menos ereções matinais, menos pensamentos sexuais e impotência são os sintomas diretamente associados à diminuição da testosterona que, acrescendo ao défice da hormona, permite um diagnóstico preciso da doença, que pode também estar relacionada com falta de saúde ou com obesidade.

Inquéritos em oito países

As conclusões foram obtidas através de inquéritos e da medição de níveis de testosterona de 3369 homens de oito países europeus, com idades entre 40 e 79 anos.

Além dos sintomas principais, os investigadores também encontraram apatia, falta de energia e tristeza, que estão associados em baixo grau aos níveis hormonais masculinos.

Um diagnóstico correto permite uma prescrição também certa, salienta um dos autores do estudo, Fred Wu, lembrando que atualmente se tende a receitar tratamentos com testosterona a pacientes que não necessitam, uma vez que os seus sintomas não estão diretamente relacionados com a diminuição da hormona.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.