Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Alemanha ganha Eurovisão 2010 (vídeos)

A canção portuguesa, "Há Dias Assim", interpretada por Filipa Azevedo, ficou em 18.º lugar, entre 25 finalistas.

A Alemanha venceu ontem o Festival Eurovisão da Canção, à frente da Turquia e da Roménia, enquanto a canção portuguesa, "Há Dias Assim", interpretada por Filipa Azevedo, ficou em 18.º lugar, entre 25 finalistas. 

Lena Meyer-Landrut, de 19 anos, com o tema "Satellite", foi a grande vencedora da noite, somando 246 pontos. Esta foi a segunda vitória da Alemanha no certame, depois do triunfo alcançado em 1982. 

A Turquia, segunda classificada, somou 170 pontos, enquanto a Roménia, com 162, foi terceira, após a votação de 39 países, baseada nos votos de telespetadores e de um júri especializado. 

"Há Dias Assim" somou 43 pontos

Portugal somou um total de 43 pontos, sendo França (8 pontos), Alemanha (6), Espanha (6), Letónia (6), Suíça (5), Dinamarca (4), Arménia (4), Sérvia (2), Islândia (1) e Malta (1) os países que votaram na canção lusa. 

A canção portuguesa, com letra e música do jornalista Augusto Madureira, foi uma das dez canções que terça feira passou à final, que se realizou esta noite na Telenor Arena, nos arredores de Oslo, capital da Noruega, com 16 mil pessoas a assistirem. 

Filipa Azevedo, de 18 anos e natural do Porto, venceu em 2007 o programa 'Família Superstar' e em março deste ano o Festival RTP da Canção. 

Melhor classificação com Lúcia Moniz

Lúcia Moniz, com a canção "O meu coração não tem cor", alcançou em 1996 a melhor classificação de sempre de Portugal, o sexto lugar. 

Disputaram esta noite a final 25 países, sendo que Espanha, Reino Unido, França, Alemanha e o país anfitrião, neste caso a Noruega, vencedora em 2009, ficaram isentos das semi finais e acederam diretamente à grande final.

Os sites de apostas davam como favoritos o Azerbeijão, a Alemanha, a Arménia e a Turquia. 

O Festival da Eurovisão foi seguido por 120 milhões de espetadores em 39 países europeus e ainda na Birmânia, Austrália e Nova Zelândia. 

A cadeia de televisão norueguesa NRK gastou 200 milhões de coroas com o espetáculo, cerca de 25 milhões de euros, o que a obrigou a renunciar aos direitos de transmissão do Mundial de Futebol, que se disputa na África do Sul. 

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.