Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Alemanha: 17 polícias feridos durante distúrbios em Hamburgo

Dia Mundial do Trabalhador marcado por violência. Manifestantes radicais atiraram pedras e incendiaram caixotes de lixo na cidade portuária de Hamburgo, no norte da Alemanha.

Pelo menos 17 polícias ficaram feridos em confrontos com manifestantes radicais que atiraram pedras e incendiaram caixotes de lixo na cidade portuária de Hamburgo, no norte da Alemanha, anunciaram hoje as autoridades alemãs.

Nove manifestantes, pelo menos, foram detidos após os confrontos que ocorreram ontem à noite, por ocasião do Dia Mundial do Trabalhador, que hoje se assinala, avança a agência noticiosa alemã DDP.

De acordo com a polícia, mais de uma 150 manifestantes radicais incendiaram móveis, caixotes de lixo e tábuas de madeira e atiraram pedras e garrafas contra as autoridades que tentavam acalmar os ânimos dos desordeiros.

Forte dispositivo de segurança em Berlim

Em Berlim, outro palco habitual de confrontos, as celebrações do 1.º de Maio decorreram até agora pacificamente, tendo-se registado apenas alguns incidentes, refere a polícia.

Já na cidade de Bremen, vários carros de polícia foram incendiados.

Hoje, um forte dispositivo de segurança patrulha as ruas de Berlim para evitar possíveis confrontos. Na capital alemã são hoje esperados mais de três mil participantes numa marcha da extrema direita e mais de dez mil elementos numa manifestação de extrema esquerda, segundo as autoridades locais.

Os comícios e outros eventos para assinalar o Dia Mundial do Trabalhador em várias cidades da Alemanha, sobretudo em Hamburgo e Berlim, foram marcados nos últimos anos pela violência, obrigando as autoridades alemãs a isolar diversas áreas para evitar distúrbios.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico ***

Clique para ler a Nota da Direcção do Expresso sobre o novo Acordo Ortográfico.