Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

Alemã libertada

Christina Meier raptada sábado em Cabul foi resgatada pouco mais de 24 horas após o sequestro. A polícia deteve três homens.

A cidadã alemã, funcionária da agência humanitária “Ore”, foi ontem libertada da casa nos arredores de Cabul, onde se encontrava detida desde sábado.

Um porta-voz do ministério alemão do Interior confirmou que Christina Barbara Meier de 31 anos "já se encontra na embaixada alemã" sã e salva.

A germânica chegou a aparecer num vídeo onde garantiu estar a ser bem tratada e apelou para que as autoridades alemãs fizessem tudo ao seu alcance para a libertar.

Tudo está bem quando acaba bem

O objectivo dos raptores foi sempre algo confuso, apenas tendo sido pedida a libertação de “prisioneiros inocentes”, os nomes seriam divulgados mais tarde. A rapidez e eficácia das autoridades de Cabul goraram estes planos.

A polícia de Cabul, responsável pela operação de resgate, deteve três pessoas alegadamente ligadas ao sequestro, que não serão mais do que vulgares criminosos, longe das primeiras suspeitas que ligavam o grupo ao movimento talibã.

“Localizámos o edifício onde a senhora estava detida e depois de o cercarmos fizemos com que os sequestradores se entregassem. Quando os criminosos saíram um a um libertámos a refém, que se encontra bem”, assegurou um coronel da polícia afegã.