Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

706 mortos desde início do ano, menos 10,7% do que em 2007

Os acidentes nas estradas portuguesas provocaram este ano 706 mortos, menos 10,7% do que os registados no mesmo período de 2007, segundo dados hoje divulgados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária.

Os acidentes nas estradas portuguesas provocaram este ano 706 mortos, menos 10,7% do que os registados no mesmo período de 2007, indicam dados hoje divulgados pela Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Os números reunidos até domingo indicam que morreram menos 85 pessoas em desastres de viação do que no mesmo período do ano passado.

Segundo a ANSR, o número de feridos graves diminuiu 18,2% face ao mesmo período do ano passado, registando-se desde 1 de Janeiro 2.350 feridos graves, enquanto em 2007 ficaram gravemente feridos nas estradas portuguesas 2.875.

Na última semana incluída na estatística da ANSR - 22 a 30 de Novembro -, morreram 23 pessoas em acidentes rodoviários e outras 74 ficaram feridas com gravidade.

Quanto ao número de vítimas mortais nos acidentes de viação por distritos, Lisboa mantém-se no topo com 88 mortos, seguindo-se Porto (76) e Setúbal (69).

Já os menores índices de mortalidade registaram-se em Vila Real, com nove mortos, Portalegre, com 11, e Guarda, com 13.

Estes dados dizem apenas respeito ao Continente, não abrangendo as Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira.