Siga-nos

Perfil

Expresso

Atualidade / Arquivo

25 anos a alta velocidade

Os franceses estão em êxtase. O seu TGV faz hoje 25 anos. 200 mil vão à festa. A SNCF convidou-os a viajar para qualquer destino por apenas cinco euros.

Nunca se viu tamanha afluência nas estações de caminho-de-ferro franceses e o «site» da companhia ferroviária nacional (SNCF), não suportou tão grande afluência e deixou de responder. Para comemorar o 25.° aniversário do TGV, a SNCF tinha anunciado a venda de 50 mil bilhetes, por cinco euros cada, para qualquer um dos destinos servidos pelo comboio de alta velocidade. Acabou por vender 200 mil em apenas uma hora e um quarto.

O TGV, que circula a 300 km/h permitindo fazer o trajecto Paris-Marselha (no Sul da França) ou Paris-Londres em apenas três horas, foi inaugurado há exactamente 25 anos pelo então presidente François Mitterrand.

A cidade de Lyon estava, às 18 horas do dia 22 de Setembro de 1981, submersa por uma forte tempestade quando Mitterrand subiu para o TGV em direcção a Paris.

Um canal televisivo tinha programado um directo de várias horas com o acontecimento mas não conseguiu transmitir a viagem inaugural devido a problemas técnicos provocados pelo mau tempo.

O céu desanuviou-se nos dias seguintes e, hoje, o TGV é um imenso sucesso em França e no estrangeiro. Os números falam por si: em 25 anos, foram contabilizados 1,2 mil milhões de passageiros, 100 milhões dos quais só no ano passado; na rede francesa circulam actualmente 650 TGV, servindo 250 destinos.

Depois da linha Paris-Lyon, foram lançadas extensões para a costa Atlântica (Oeste), Mancha (Norte) e Mediterrâneo (Sul), bem como duas redes internacionais – Eurostar (Londres) e Thalys (Bruxelas). A próxima etapa será a inauguração em Junho de 2007 da linha Paris-Estrasburgo, onde o TGV rolará a uma velocidade de 320km/h, permitindo ligar as duas cidades em apenas 2h20.

A exportação do TGV está também prevista a grande velocidade. Até 2010 serão inauguradas novas linhas entre Paris e a Inglaterra, a Holanda, a Espanha (e eventualmente Portugal), a Itália...

Hoje, em Paris, a célebre praça do Trocadéro, junto à Torre Eifflel, vestiu as cores do TGV, com a construção de uma “Village (aldeia) TGV”.