Siga-nos

Perfil

Expresso

  • Pedro Cardoso, na cidade do México

    São já cinco as caravanas de migrantes que percorrem o México. Uma massa de nove mil centro-americanos dispersa-se por vários pontos do país, com os Estados Unidos na mira. Na Cidade do México, o Estádio Jesús Martínez “Palillo” converteu-se no principal ponto de paragem e descanso dos viajantes, a meio do trajeto

  • Um desportivo das arábias

    RUI PEDRO REIS/SIC, EM SAKHIR, BAHREIN

    É uma espécie de melhor de dois mundos. Com o Panamera GTS, a Porsche cria um automóvel de nicho que promete dinâmica de topo sem tanta potência como num Panamera Turbo. O jornalista Rui Pedro Reis esteve no Bahrein a conhecer esta nova proposta, num teste sob altas temperaturas e tendo como cenário o circuito internacional que recebe a Fórmula 1

  • Quando souberes, diz-me

    Ana França

    Ouvir o primeiro longa-duração de Tirzah é como ter nas mão alguma coisa que se pode escapar por entre os dedos a qualquer momento. Escorrega entre dezenas de possíveis géneros musicais na sua categorização e ficamos a imaginar o trabalhão e as discussões que os homens e mulheres das lojas de discos por esse mundo fora hão de ter tido para encaixar esta londrina de 30 anos naquelas divisõezinhas dos CD

  • O cinema pergunta ao futuro: “Será possível criar algo totalmente diferente da realidade?”

    Joana Beleza

    Em 2018 os festivais de cinema já não são apenas uma mostra de filmes em competição. Diretores e curadores querem desafiar o público a pensar e a imaginar novos caminhos. Na 12ª edição do Festival de Cinema de Lisboa e Sintra, que começa esta sexta-feira, são apresentados dois ciclos temáticos paralelos à programação que constituem verdadeiras jornadas de reflexão. Inês Branco López, curadora do ciclo O Desejo Chamado Utopia, explica ao Expresso porque vale a pena espreitar a lista de filmes propostos