Siga-nos

Perfil

Expresso

Web Summit

DJ Ride acompanha a Web Summit desde o início (e este ano também participa)

Rita Carmo

O DJ e produtor apresenta-se esta quarta-feira no Sunset Summit, um evento surpresa do Web Summit que levará a música eletrónica para a pala do Pavilhão de Portugal, no Parque das Nações. DJ Ride explica ao Expresso o que o une à tecnologia

Atento às novas tecnologias, DJ Ride acompanha “o Web Summit desde as suas primeiras edições” e está “sempre atento ao painel de speakers”. O seu interesse pela cimeira tecnológica até pode parecer improvável, mas não é difícil entendê-lo.“Como produtor e DJ tenho de estar sempre atento aos últimos trends, da música às redes sociais, passando pelas novas plataformas tecnológicas e por todos os meios que possam potenciar o meu trabalho”, explica.

É este o caminho que também o mundo da música tem trilhado, tornando-se “cada vez mais acessivel a todos”, com o streaming a crescer e a potenciar a divulgação do trabalho dos artistas. Ride sabe disso e não foge à tendência: já tocou por duas vezes no Boiler Room, “um bom exemplo de como a música electrónica pode beneficiar de canais temáticos de streaming, que chegam a todo o mundo”. O DJ e produtor português está confiante e espera que a oportunidade de atuar para um público tão vasto e diferenciado lhe abra novas portas, até por fazer “algo diferente do DJ convencional” e isso “pode chamar a atenção de pessoas que estejam à espera de ser surpreendidas por algo novo”.

Quanto ao que preparou para o concerto, Ride explica que vai “fazer um live act com manipulação som e imagem ao mesmo tempo, com muita música original e o recurso a tecnologia recente de forma a estar tudo sincronizado”. O vídeo, “cada vez mais importante”, não foi esquecido, pelo que Ride promete “fazer scratch e manipular ficheiros através de um vinil (com timecode) que estejam no meu computador”. A poucas horas, o artista levanta ainda a ponta do véu, contando parte da sua atuação, marcada para as 18 horas na Pala do Pavilhão de Portugal, no Parque das Nações. “Vou usar conteúdos originais, video clips de alguns temas e videos disponibilizados pelo Turismo de Portugal que estão a ser editados por cima de músicas minhas”, revelou.