Siga-nos

Perfil

Expresso

Web Summit

Costa confirma €200 milhões para coinvestimento em inovação

Tiago Miranda

O primeiro-ministro confirma a notícia do Expresso de sábado e diz que esta verba será útil a “muitas empresas em Portugal, sobretudo nos sectores mais inovadores e mais disruptivos, da robótica à biotecnologia, [que] têm encontrado dificuldades em encontrar financiadores que estejam capacitados e aptos a perceber os novos desafios e as novas oportunidades dos novos negócios”

António Costa anunciou esta manhã um investimento de 200 milhões de euros do Estado num programa de coinvestimento para empresas inovadoras que precisam de capital de risco, num evento no âmbito da Web Summit.

"O Estado põe 200 milhões de euros mas quem decide a sua aplicação são os investidores internacionais ou nacionais que escolhem as melhores empresas, os melhores projetos, a quem é necessário assegurar 'venture capital' [capital de risco] para poderem arrancar e desenvolver a sua atividade", anunciou o primeiro-ministro, na sessão de abertura da Venture Summit, no âmbito da Web Summit, confirmando assim a notícia avançada pelo Expresso na edição impressa do passado sábado.

O chefe do executivo defendeu que este instrumento foi criado porque "muitas empresas em Portugal, sobretudo nos sectores mais inovadores e mais disruptivos, da robótica à biotecnologia, têm encontrado dificuldades em encontrar financiadores que estejam capacitados e aptos a perceber os novos desafios e as novas oportunidades dos novos negócios".

"Muitas dessas empresas têm felizmente encontrado financiamento lá fora. Então, percebemos que a melhor forma de apoiar o financiamento era através do coinvestimento e lançámos este programa, 'o programa 200 M, coinvest with the best' [investir com os melhores]", sustentou.

"Esse é o novo instrumento que criámos, porque julgamos que se pusermos o dinheiro acessível às pessoas certas para realizar os projetos certos, nós teremos condições para fazer os melhores investimentos", reforçou.

O primeiro-ministro disse que seguirá "com muita atenção" o debate desta manhã e todos os trabalhos da Web Summit, que arranca estya segunda-feira em Lisboa: "Queremos fazer melhor, queremos fazer mais rápido, queremos ir mais longe e sabemos que temos muito a aprender convosco".

António Costa fez uma curta intervenção no início do evento, que decorre no Palácio de Xabregas, em que intervieram igualmente o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, e o fundador da Web Summit, Paddy Crosgrave.

A Web Summit é uma conferência global de tecnologia, inovação e empreendedorismo que decorrerá até quinta-feira, onde são aguardados mais de 50.000 participantes, de mais de 165 países, incluindo mais de 20.000 empresas, 7000 presidentes-executivos e 700 investidores.

Entre os oradores, estarão os fundadores e presidentes executivos das maiores empresas de tecnologia, bem como importantes personalidades das áreas de desporto, moda e música.