24 de abril de 2014 às 17:08
Página Inicial  ⁄  Multimédia  ⁄  Fotogalerias  ⁄  Voando sobre uma costa ameaçada

Voando sobre uma costa ameaçada

Na manhã de 21 de Janeiro, uma equipa do Expresso subiu a bordo de um Aviocar da Força Aérea. Missão: voar ao longo da costa e fotografar algumas das zonas mais afectadas pelas condições do mar nos últimos dois meses. Apesar das condições meteorológicas adversas, as imagens captadas pela câmara de Tiago Miranda são surpreendentes. Não tanto pelo que se vê, mas principalmente por aquilo que já desapareceu.
Ricardo Marques
Comentários 2 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
e o sul nada?
Esperamos ver a costa azul tb, onde vao aparecer os PIN,s , para os ricos que ainda não perderam tudo......, com sorte ainda adiam tais implantes, numa costa que se previa protegida para os nossos vindouros deste século.
Se alguem ler, já valeu a pena...
Sobre a imagem/realidade da Praia da Foz do Arelho, convêm afirmar em nome da verdade dos factos e não numa perspectiva alarmista, é que a abertura entre o mar e a lagoa de Obidos têm ao longo dos seculos oscilado entre o topo sul da praia - concelho de obidos- e topo norte - concelho de caldas da rainha -.Que me lembre nos 40 anos que levo de Foz, já vi pelo menos duas vezes a abertura a Sul e duas a Norte. Assim este ano chegou a Norte no seu movimento oscilatório provocado pela Natureza; NADA MAIS. Não deve ser pretexto para mais BETÃO, nem obras faraonicas de construção de molhes para fixação da abertura da lagoa, como alguns querem...
Lembrem-se do destino do molhe de chapas de aço dos anos 90..., enterrado na sua inutilidade dentro de uma lagoa cada vez mais assoreada. Deixem a natureza em Paz, e não façam todos os portugueses pagarem mais uma vez os interesses de uns tantos ...
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub