Anterior
Trabalhadores estudantes ficam com metade do descanso por trabalho ...
Seguinte
Standard & Poor's corta rating da EDP para "lixo"
Página Inicial   >  Economia  >   Vítor Gaspar: "Temos tradição de ser bons marinheiros"

Vítor Gaspar: "Temos tradição de ser bons marinheiros"

Ministro das Finanças garante em entrevista ao "Financial Times" que Portugal vai cumprir as metas orçamentais do acordo
Lusa |
Gaspar reiterou a posição de que Portugal não tenciona pedir mais auxílio financeiro nem prazos alargados
Gaspar reiterou a posição de que Portugal não tenciona pedir mais auxílio financeiro nem prazos alargados  / Alberto Frias

Portugal vai cumprir as metas orçamentais acordadas com a União Europeia e o Fundo Monetário Internacional, afirmou o ministro das Finanças, Vítor Gaspar, numa entrevista hoje publicada pelo "Financial Times" (FT).

"Vamos cumprir o nosso lado do acordo", afirmou Gaspar num artigo publicado no site do diário financeiro inglês.

Gaspar reiterou a posição de que Portugal não tenciona pedir mais auxílio financeiro nem prazos alargados para o cumprimento das metas orçamentais.

Na entrevista ao FT, Vítor Gaspar frisou a importância das "transformações estruturais". O ministro comparou ainda as atuais dificuldades económicas com a era dos Descobrimentos: "Quando os navegadores foram para o mar no século XVI, não tinham certezas quanto às tempestades que teriam de enfrentar. Mas preparavam-se para elas, e se fossem bons marinheiros tinham êxito. Temos tradição de ser bons marinheiros."

A entrevista com Gaspar é assinada pelo editor para os assuntos europeus do FT, Tony Barber.

O mesmo jornalista escreveu num editorial publicado hoje que o regresso de Portugal aos mercados no próximo ano (conforme está previsto no acordo de assistência) é "inconcebível" , e que os mercados já antecipam um incumprimento financeiro "nos próximos cinco anos".


Opinião


Multimédia

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.


Comentários 32 Comentar
ordenar por:
mais votados
"Temos tradição de ser bons marinheiros"
« Vítor Gaspar: "Temos tradição de ser bons marinheiros" »

Será por isso que os políticos só sabem meter água?

E nós é que ficamos com 'água pela barba'...
É verdade
Mas agora com esta democracia também temos bons sabotadores.
Ó Gaspar...estás a falar de quê?

Isso já foi há 500 anos....

Os barcos foram todos destruídos pelo Cavaco...

É preciso ser muito crente para afirmar o quer afirmas...

Eu também acredito que um dia me sairá o euro-milhões...
Re: Ó Gaspar...estás a falar de quê?
Re: Ó Gaspar...estás a falar de quê?
Re: Ó Gaspar...estás a falar de quê?
Re: Ó Gaspar...estás a falar de quê?
Gaspar ao leme , desastre à vista.
Mas tu ó Gaspar só se fosses para capelão da tripulação , porque para comandante , com essa vozinha ao retardador , ainda adormecias a tripulação , acabando o barco por ír ao fundo , ou espetando-se nas rochas como o Costa Concordia.

Mas o problema é esse , és tu que vais ao leme com o desastre à vista.
Convém recordar: António Lobo Xavier
Convém recordar: António Lobo Xavier

Administrador não executivo da Sonaecom, da Mota-Engil e do BPI, António Lobo Xavier auferiu 83 mil euros no ano passado
(não está contemplado o salário na operadora de telecomunicações, já que não consta do relatório da empresa). Tendo estado
presente em 22 encontros dos conselhos de administração destas empresas, o advogado ganhou, por reunião, mais de 3700 euros.
-
Estes é um dos indivíduos que vai rotineiramente à televisão explicar aos portugueses a necessidade de
sacrifícios e de redução de salários...
-

Sábado, 30 de Julho de 2011
Vitor Gaspar Temos tradição de bons marinheiros
O Presidente do Conselho de Administração dos CTT, Estanislau Mata da Costa - que se demitiu no final do mês passado, sem ter terminado o mandato - recebeu, durante cerca de dois anos, dois vencimentos em simultâneo: um pelo cargo nesta empresa, de cerca de 15 mil euros, e outro correspondente às suas anteriores funções na PT, de 23 mil euros. E isto apesar de ter suspendido o vínculo laboral com a PT.
A descoberta foi feita pela Inspecção-Geral de Finanças (IGF), na sequência de uma auditoria realizada após denúncias da comissão de trabalhadores dos CTT sobre actos de alegada má gestão na empresa. Segundo soube o SOL, o Conselho de Administração da empresa terá recebido o relatório preliminar desta auditoria no dia 29. A demissão de Mata da Costa foi anunciada no dia seguinte e justificada pelo próprio com «razões exclusivamente do foro pessoal e familiar».
A IGF classifica esta acumulação de vencimentos por parte de Mata da Costa - num valor mensal de cerca de 40 mil euros (ao todo, um milhão e 575,6 mil euros recebidos entre Junho de 2005 e Agosto de 2007) - como «eticamente reprovável, ainda que possível do ponto de vista legal». Ainda assim, a IGF decidiu encaminhar o caso para a Procuradoria-Geral da República, por ter «dúvidas quanto à legalidade» da situação.
Segundo o relatório preliminar da IGF, a que o SOL teve acesso, Mata da Costa, que era quadro da PT, foi nomeado para presidir aos CTT em Junho de 2005.
Olha p'ra eles a navegar
sim sim...
e se continuar, vamos precisar destas habilidades é para emigrar de bote a remos.
Marinheiros da treta
Não é por acaso que andamos constantemente a meter água. Não é verdade sr. ministro? está-nos na alma...
"Temos tradição de ser bons marinheiros" Porque:
Que ilações poderemos tirar da sua frase? "Temos tradição de ser bons marinheiros" Porque:
- Com este governo andamos "à deriva"?
- Com as suas políticas andamos "a navegar à vista" e logo se vê no que dá?
- "Já fomos ao fundo" não convém é que a malta se apercebas?
- Se há algo que nos salve terá de ser a tradição?
Nem com colotes de salvação...
Falta barco. Sem bóia de salvação não vamos lá!
Deixe-se de demagogias
Falar é fácil. Somos os heróis no sacrifício. E que tal, aqueles que nos governam tentarem ao menos durante um mês viver com o ordenado mínimo nacional, sem direito às previligeadas regalias que eu e muitos lhes proporcionamos? Já sem falar nos rendimentos abaixo do RMN.
Tenham vergonha!!!
Este básico...
...de ministro...neo liberal até à medula...já basta mandarem emigrar o pessoal, agora também somos obrigados a andar de barco??? Esta gente não tem vergonha na cara, porque se a tivessem, estavam calados e não diziam sistemáticamente bacoradas...copiam tudo do mesmo livro, mas por tanto copiarem, acabam com as letras do livro e depois quero ver como falam...
Pelo amor de Deus!!
Será que ninguém próximo diz a estas criaturas do governo traidor que não tem piada!!! Que cada vez abrem a boca mais se queimam!!!

baahhh queimem-se à vontade!!
Re: Vítor Gaspar: "Temos tradição de ser bons mari
estes mer..das que vêm pra aki comentar o que os governantes fazem, nao tiveram a coragem nem a honestidade de atacar os m.e.r.d.a.s. de incompetentes e corruptos que x.u.l.a.r.a.m o país.
Deveriam ser amarrados no troco e xicoteados nas nalgas.
Eu pessoalmente se me encontra-se cara a cara com aquele m.e.r.d.a.s do socretino, esganava-o.Nao passa de um VERME
Comentários 32 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub