79

Português nega ser o carrasco no vídeo do Estado Islâmico

Anterior
Electricidade: faça você mesmo com vento e sol
Seguinte
Vídeo: "Ande a pé" em Lisboa e Porto sem sair de casa
Página Inicial   >  Multimédia  >  Expresso TV  >   Vídeo: Naturismo no Alentejo

Vídeo: Naturismo no Alentejo

O Monte Naturista "O Barão", em pleno Alentejo, acolheu o III Encontro Ibérico de Naturismo. Ao todo, mais de 50 pessoas de todas as idades, sem roupa nem preconceitos. O Expresso foi saber o que as motiva... E experimentar.
|

Opinião


Multimédia

Desaparecidos para sempre no Mar do Norte

O dia 15 de novembro já foi feriado, há 90 anos. A razão foi o desaparecimento de Sacadura Cabral algures no Mar do Norte. Depois de fazer mais de oito mil quilómetros de Lisboa ao Rio de Janeiro, o aviador pioneiro não conseguiu completar o voo entre a cidade holandesa de Amesterdão e a capital portuguesa. Ainda hoje, não se sabe o que aconteceu ao companheiro de Gago Coutinho e tio-avô de Paulo Portas, a quem o Expresso pediu um sms.

Os muros do mundo

Novembro relembrou-nos os muros que caem, mas também os que permanecem e os que se expandem. Berlim aproximou-se de si própria há 25 anos, mas há muros que continuam a desaproximar. Esta é a história de sete deles - diferentes, imprevisíveis, estranhos.

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola. Em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

O papa-medalhas que veio do espaço

O atleta português mais medalhado de sempre, Francisco Vicente, regressou dos campeonatos europeus de veteranos, na Turquia, com novas lembranças ao pescoço. Três de ouro e duas de prata para juntar à coleção. Tem 81 medalhas, uma por cada ano de vida.

Terror religioso está a aumentar

Relatório sobre a Liberdade Religiosa é divulgado esta terça-feira em todo o mundo. Dos 196 países analisados, só em 80 não há indícios de perseguições motivadas pela fé.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 


Comentários 79 Comentar
ordenar por:
mais votados
Desta vez...
Desta vez, a notícia sobre "naturismo" veio acompanhada de algumas ideias interessantes, de uma citação, que me pareceu justa, ainda que talvez não bem contextualizada, de João Paulo II, e de pessoas a falarem para a câmara com modos delicados, ponderados, não impositivos, pouco ou nada ideológicos. Só não gostei muito do acento colocado na ideia do "preconceito". Na verdade, discordo que o vestir, e a importância do vestir na nossa vida social e humana, tenha a ver com o preconceito. Não tem. Tem, isso sim, tudo a ver com a plasticidade da nossa condição: como seres humanos, nascemos para dar forma ao que somos. E o vestido, nas suas modalidades, em todas elas, incluindo o calção ou o biquini, não deixa de ser uma extraordinária expressão disso mesmo. De resto, para gostar de mim não preciso, ai de mim se precisasse, de me exibir. As pessoas que aparecem na peça não parecem ter nada de exibicionistas. Mas há um certo modo de apresentar o naturismo que me faz pensar sobretudo nesta tendência que, de alguma forma, sempre temos. A verdade é que a roupa não é um castigo; é parte do processo de sermos o que somos. Por isso o vestir devia ser simples, atento, ter os outros sempre em consideração. Mas também concordo que naturista não pode ser qualquer um. Quem o quiser ser deve, antes de mais, ver se, realmente, o quer ser. Eu, pelo que me diz respeito, quero ser naturista segundo o meu modo de ser: homem que se veste. Por vezes mal; mas que se veste e se sente bem… vestido.
Considerações nuas
Re: Considerações nuas
Re: Considerações nuas
Re: Considerações nuas
Re: Considerações nuas
Re: Considerações nuas
Re: Considerações nuas
Re: Considerações nuas
Re: Considerações nuas
Re: Considerações nuas
Re: Considerações nuas
Fatos de banho...há muitos.
Re: Fatos de banho...há muitos.
Nudistoides versus Poliamidoides
Re: Nudistoides versus Poliamidoides
"naturismo" de luxo....
naturismo de luxo, cont./
Re: naturismo de luxo, cont./
montanhismo e moralismo...
Re: montanhismo e moralismo...cont./
Re: montanhismo e moralismo...cont./
Montanhismo e moralismo (R: 1)
Montanhismo e moralismo (R: 2)
Montanhismo e moralismo (R: 3)
Montanhismo e moralismo (R: 4)
Not Cool...
Re: Not Cool... (R: 1)
Re: Not Cool...not "gangsta".
Re: Not Cool...not (R: 2)
Re: Not Cool...not (R:3)
NÃO HÃO-DE OS AVIÕES CAIR
???? os meus comentários não aparecem?
mais um "Shabbat shalom"
Re: mais um
Constelações nuas...
O Naturismo e a Natureza
"O Naturismo é uma forma de viver em harmonia com a Natureza caracterizada pela prática da nudez colectiva, com o propósito de favorecer a auto-estima, o respeito pelos outros e pelo meio ambiente". Esta é a definição colocada no site dos Naturistas.
E tal como a um outro comentador, ze_papalvo, o que mais me chamou a atenção foi a senhora sentada na praia a fumar... a bem da NaturezaHumana? E onde coloca as beatas? As pessoas são o que querem e defendem o que entenderem, mas a coerência fica tão bem!
Coerência
Re: Coerência
Re: Coerência
Re: Coerência
Posso meter o bedelho?

Enfim, nem sei se escreva aqui algum comentário porque, numa notícia semelhante, o censor decidiu eliminar toda uma série de comentários absolutamente correctos.

Mas, vamos lá...

O uso do vestuário é uma necessidade natural mas é algo que se encontra culturalmente determinado. Existem imensas culturas onde as pessoas não usam quase nenhum vestuário e elas não têm nenhuma vergonha do seu corpo.

Uma vez mais, é o processo de socialização que gera um sentimento de vergonha ou de desenibição face ao nosso corpo.

Por outro lado, é evidente que a nossa cultura ocidental se encontra sob a influência da matriz judaico-cristã, que teve, ao longo da História, uma visão retrógrada do corpo humano.

À luz da tradição judaico-cristã, a sensualidade, o erotismo, a "carne", o prazer, o sexo, etc., têm sido vistas como algo pecaminoso, condenável na Terra e com direito a uma condenação eterna nas profundezas dos Infernos.

Foi preciso chegar a meados do Século XX para alguns povos começarem a libertar-se desse tipo de concepções profundamente ignorantes, que colocavam cada ser humano no centro de um acto pecaminoso sempre que se atrevia a descobrir um pouco a sua pele ou a desejar algo no campo da sensualidade e do erotismo.

Os suecos, povo que habita o norte gelado, distinguem claramente o corpo nu das conotações e referências sexuais. Para eles, a nudez é independente do sexo.

Para os latinos... Ai Jesus!
Re: Posso meter o bedelho?
Re: Posso meter o bedelho?
Re: Posso meter o bedelho?
Re: Posso meter o bedelho?
Re: Posso meter o bedelho?
Re: Posso meter o bedelho?
Re: Posso meter o bedelho?
Re: Posso meter o bedelho?
Re: Posso meter o bedelho?
Re: Posso meter o bedelho?
Re: Posso meter o bedelho?
Re: Posso meter o bedelho?
Re: Posso meter o bedelho?
Re: Posso meter o bedelho?
"Naturismo" ou "Nudismo" ?

Eu penso que o termo "naturismo" está mal aplicado. O termo "nudismo" é que me parece estar adequado, porque basicamente estas pessoas, diferenciam-se das outras, por andarem nuas (na praia).

"Naturismo" no seu sentido mais amplo, pressupõe um estilo de vida, totalmente em "sintonia" com a natureza, o que implicava entre outras coisas, as seguintes:

- Só comer alimentos naturais, e de preferência não cozinhados.
- Beber apenas água, que é o único líquido de que precisamos para sobreviver.
- Não andar de carro, porque a natureza "deu-nos" duas pernas para o efeito.
- Não fumar, porque a natureza fez o nosso corpo de forma a apenas precisar de "ar" para sobreviver, e inalar fumos, é contra-natura.

... e mais uma quantidade de coisas, que estes "naturistas-de-sofá" não estão dispostos a fazer.

Deixem-se lá dessa "treta" de se auto-denominarem "naturistas" e digam antes: ´

«Quando vou à praia, ando com a "ferramenta" ao léu.»

Assim era mais honesto.

De acordo com os seus comentários
Re: De acordo com os seus comentários
A tacanhez personificada!
Continuamos tacanhos, como sempre. Cedem-se os espaços, apenas e só, para mostrarmos que também é possível esta prática por cá, mas não é verdade. Os praticantes são abandonados à sua sorte, como se de marginais se tratasse. Este país, que tem potencialidades incríveis para ganhar dinheiro e assim alterar o estado de miséria, apenas se lamenta e nada faz. Pelos vistos os responsáveis do sector já nasceram vestidos, e bem vestidos. Não conseguimos ser diferentes do que sempre fomos:tacanhos.
a Blind Man in a nudist colony...

 
Q. How do you find a Blind Man in a nudist colony?
A. It's not hard
 
ATENÇÃO AO EXPRESSO PÁ!!! MAS O KÉ ISTO
???Looks like someone's had a humorectomy.
Re: ???Looks like someone's had a humorectomy.
áhahah afinal dá resultado!!!
Re: áhahah afinal dá resultado!!!
Re: áhahah afinal dá resultado!!!
Re: áhahah afinal dá resultado!!!
GERMAN ??? ha ha hah a... É O THUNDER PARVO
Naturismo
É AGRADÁVEL NA ÁGUA MAS TORNA-SE POUCO HIGIÉNICO. POR OUTRO LADO, PARECE SER UM POUCO EXIBICIONISTA...
Re: Naturismo
Naturismo...
Eu há mais de cinquenta anos ia a pé da Costa da Caparica até à Fonte da Telha, numa altura em que não havia lá ninguém e sózinho punha-me todo nu a tomar banho de sol e banho de mar. O problema era no regresso, porque entretanto a maré enchia e tinha que pizar a areia seca. E eram uns bons quilómetros...
Nessa época a minha praia era a Costa da caparica
Tinha que andar a fugir ao "cabo de mar" porque usava uns calções ilegais. A legalidade era uns calções quase até ao joelho...Já nessa época eu já me estava nas tintas para os costumes ridículos...
Por favor
Pelo menos com alguma ropinha por cima, sempre fugíamos ao triste espectáculo de ter de presenciar o excesso de celulite como se vê na foto.
Admiro mais uma pessoa de idade, toda enrugadinha, mas composta dentro do seu fatinho de banho, que estes pseudo naturistas. No vídeo até se vê uma naturista, sentada a fumar uma cigarrada. Será naturismo ou exibicionismo?
Eu também me dispo e tomo banho nu, mas é em mina casa.
E também faço naturismo, embora à minha maneira. Passo um dia no campo, tranquilamente, admirando as belezas que a maioria das pessoas nem reparam. Pequenas flores com cores deslumbrante que passam despercebidas aos olhos das gentes. Seguir o corropío dum formigueiro ou a azáfama de um enxame de abelhas melíferas. Ouvir o canto do rouxinol, o arrulhar da rola e descobrir a cigarra. Ver o voo picado do milhafre, a beleza do "bailado" das andorinhas com seu chilreio.
E, para isso, não preciso de me despir...senão até espantava a passarada toda. Penso eu de que!
Pois, pois mas não vejo nada que me atraia !

     
Talvez um dia... sejamos positivos!!
A felicidade e o bem estar alheio, é uma coisa muito incompreendida... no entanto acho que os profissionais que fizeram este trabalho souberam captar a 100% a forma de estar naturista.
Talvez um dia o Expresso, possa fazer uma reportagem sobre pessoas que passam parte do seu tempo a "botar discurso", seja sobre que noticia for... Pouco importa se é sobre o naturismo, o TGV, a gripe suína, o que interessa é mandar uns bitaites com um discurso destrutivo... é tão bom pensar que temos o nosso públicozinho... Se querem procurar uma tribo suigeneris, esta é a Tribo. O problema é que depois teriam de ser eles a comentarem-se a eles próprios o que resultaria nalguma redundância...
Já agora também não gosto de ver naturistas fumar, mas também não gosto de ver pais fumarem em cima de crianças, e médicos a fumar... E gente a transgredir nas estradas isso então... gente a fugir aos impostos...corrupção e hipocrisia, coisas que se vêm bem mais vezes que naturistas a fumar... mas mesmo assim, gosto do meu país, embora não sobre muito se excluir estes comportamentos.
Olhos nos olhos, como os naturistas se olham... "Vão mas é trabalhar, vocês querem é aparecer"... E citando o Nuno Markl, "Pior que a gripe Suína, é a estupidez bovina!!"
Já agora não respondam, mas se quiserem "vestir" o comentário podem fazê-lo deve assentar-vos que nem uma luva.
Nudem-se
Não vejo qual a piada de uma senhora, velha ou nova, sentar-se descontraídamente, e ficar com a rata cheia de areia e sabe-se lá que mais á mistura. E se uma gaivota confunde o pirilau de um cavalheiro com uma sardinha ? Decididamente não gosto da ideia de nudismo na natureza. Para mim, só em interiores climatizados
Feira das Vaidades...
...andam vestidos o ano inteiro. Despem-se para ficar bem na fotografia.
O nudismo é uma outra forma de vestir.
Naturistas de meia tijela.
20 milhões de naturistas???
duvido da bondade dessa estatistica:

a) como se contam os naturistas? pilas prá esquerda e pipis prá direita
b) contam-se os pés e divide-se por 2?

  devem ser todos ucranianos, tenho 40 e nunca vi nenhum nem com toalha e ainda menos com espelho

c) e se no meio da contagem me enganar ? começo de novo ou salto por cima?

onde fica o monte Barão? é que como sou arraçado de africano chegava rapidamente a Alteza Real

reportagem fraquinha, salvou-se pelo rabiosque da jornalista..
Comentários 79 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador

PUBLICIDADE

Pub