21 de abril de 2014 às 0:34
Página Inicial  ⁄  Multimédia  ⁄  Expresso TV  ⁄  Vídeo I: Arte ocupa Hospital Júlio de Matos

Vídeo I: Arte ocupa Hospital Júlio de Matos

27 artistas plásticos vão ocupar, durante um mês, o Pavilhão 28 do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa. Já começou o projecto "Arte Ocupa Lisboa, Paris... e também Hamburgo", inspirado na lendária escola "59 Rivoli" em Paris.
Maria Luiza Rolim (www.expresso.pt)

Residência de artistas em espaços abandonados não é prática comum em Portugal. Muito menos em antigos manicómios. Mas foi essa a proposta do escultor e pintor  português Carlos Henrich, em colaboração com o francês Suisse Marocain, para "ocupar" o Pavilhão 28 do Hospital Júlio de Matos, em Lisboa, " junto com outros 25 artistas.

 "Arte Ocupa Lisboa, Paris e... também Hamburgo" - inspirado na escola "59 Rivoli" de Paris, um projecto com mais de onze anos - permite que o público veja e converse com os artistas em plena criação.

O projecto reúne, entre outros, 12 aclamados artistas franceses - como Gaspar Delanoe, actor e director da "59 Rivoli" em Paris - e nove portugueses (Carlos Henrich, Ivo Moreira, Mumtaz, Pedro Gomes, Nélson Cardoso, Ana Barros da Cruz, Teresa Milheiro, Uwe Rachow e Zambese Almeida).

A 15 de Maio, os artistas montaram arraial no Pavilhão 28 do Centro Hospitalar Psiquiátrico e começaram a trabalhar. Até 15 de Junho, o "Arte Ocupa Lisboa, Paris e... também Hamburgo" decorre em Lisboa. Em Setembro e Outubro os artistas vão estar reunidos precisamente no nº59 da Rue de Rivoli em Paris, e em Novembro e Dezembro mudam-se para Hamburgo. 

Comentários 0 Comentar
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub