Anterior
"Há um potencial enorme na agricultura", diz João Salgueiro
Seguinte
Merkel aponta dificuldade das negociações do orçamento da UE
Página Inicial   >  Economia  >   Ulrich: "Se os sem-abrigo aguentam porque é que nós não aguentamos?"

Ulrich: "Se os sem-abrigo aguentam porque é que nós não aguentamos?"

Fernando Ulrich voltou a explicar ontem, durante a apresentação dos resultados do BPI, o contexto da sua expressão "aguenta, aguenta..."
|

Depois de ter defendido em outubro do ano passado que o país aguentava mais austeridade, o presidente do BPI voltou ontem ao tema com um novo argumento: Se os sem-abrigo aguentam porque é que nós não aguentamos?

"Se os gregos aguentam uma queda do PIB (Produto Interno Bruto) de 25% os portugueses não aguentariam porquê? Somo todos iguais, ou não?", questionou-se Fernando Ulrich durante uma conferência de imprensa de apresentação de resultados do BPI, em Lisboa.

"Se você andar aí na rua e infelizmente encontramos pessoas que são sem-abrigo, isso não lhe pode acontecer a si ou a mim porquê? Isso também nos pode acontecer", acrescentou durante o encontro com os jornalistas. 

"E se aquelas pessoas que nós vemos ali na rua, naquela situação e sofrer tanto aguentam porque é que nós não aguentamos? Parece-me uma coisa absolutamente evidente", rematou o banqueiro.



Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 269 Comentar
ordenar por:
mais votados
Com 249 milhões de lucros
Pudera tambem se não aguentasses.

Agora experimenta colocares-te na pele dos sem-abrigo , nem um dia aguentavas.

Esse dinheiro todo pelos vistos não deu para comprares o principal , a dignidade.
Bem visto
clado pk?
"Despesismos" socialistas, porque os laranjinhas
E preciso ter lata!
Some-lhe o BPN... e não só...
ah ah ah ah ah ah ah ah ah
Não disparate...
E, já agora, ir ao Governo Cavaco
Xó, aguente lá os cavalos!
Coitado... não percebeu...
Tire as palas do socialismo utópico
Excelente frase...
Já se está a esticar demais para o meu gosto
Ena, o moço...
Enforca-te com o tema...
Não, moço...
Coitado era o seu avô!
O seu avô é que não lhe conseguiu ensinar a pensar
Você é um xuxalista necrófilo
Quem parece sofrer de Alzheimer é um tal ajotaef
Ahahahahaha
Tang(a)...
Hipocrisia
discurso tonto!
Este deve ser parente
Não passa de um lambe cus
sexualidades alternativas
Mercenário...
Todos somos
Não fica assim
Fica assado!
Só os bloquistas ficam ofendidos?
Mentira não disse...
que outro cenário queria?
Dignidade?
Dignidade!
Dignidade
Se não es pareces
E é uma cavalgadura destas
Um dia destes...
O pior
é lhes indiferente
Já não toca há muito tempo ...
argumento de tontinho
...
GOSTEI!!!
comentario da treta
Ai aguentam
Quem está a falar para o umbigo é o Sr.
Nem mais
ai aguentam
Com 249 milhões de lucros
Deveríamos ser todos iguais tambem
A começar por exemplo na distribuição desses 249 milhões de lucros conseguidos à custa dos sacrifícios e miséria de muitos portugueses.
160 milhões são nossos
Esta linguagem FASCISTA, a de Ulrich!
É o fascismo financeiro a falar pela boca de Ulrich; o bpi apresenta 220milhões dee lucro,mas quer os portugueses e o seu Povo a salário de miséria e de baixo da ponte!

Quanto ganha este Ulrich?
SABE PORQUE ELE FALA ASSIM?
Ulrich
"RECEBE COM CARINHO AS PALAVRAS DO KIRÓS"
Memoriza.
Vai.... PAPQTP.
kácus
ADENDA AO FDP"
Corrida aos depósitos no BPI...
E a minha também
Corrida aos depositos
Boa
Este.....
É PARA ESTES PORCOS ...
QUE VÃO OS SACRIFÍCIOS DOS PORTUGUESES ...

Foram os sacrifícios dos portugueses que fizeram com que houvesse uma valorização dos títulos da dívida portuguesa ...
E a valorização deu centenas de milhões à Banca ...
  Só o BPI ganhou 160 milhões ...

Diz hoje Armando Esteves Pereira no CM ... " No livro ‘Triunfo dos Porcos’ não há nenhum banqueiro protagonista, mas se na crise todos são iguais, há uns mais iguais que outros."

Este porco fala de pança cheia ...

Um dia alguém se vai passar dos carretos ... e espeta um balázio no focinho de um destes porcos ...

E vai ser bem feita ...

O Ulrich é um porco ...

O Triunfo dos Porcos está aí ...

Eu dava-lhes o arroz !!
Banqueiros judeus
Estes sim, governam os países. São estes fulanos.
Cada tiro, cada pombo............
Este palhaço, que para mim, nem sequer tem a pantomina de um palhaço, e nem quero ofender os palhaços, mas as palhaçadas que ele profere cada vez que abre o canal, são horripilantes.
Ele não enxerga, nem sequer pensa nas bacoradas que diz por aquela boca fora.
está neste mundo para sugar os clientes e acionistas do BPI, e fora deste contexto, a serradura tomou conta do seu cérebro.
Ao menos se não abrisse o canal, não teríamos que ripostar.
Mas quem" aguenta" tanta asneira?
E quem é que ainda o deixa a falar?
Porque raio não lhe dão uma cotovelada valente, cada vez que ele abre o canal?
Que pedregulho!
Os tugas são mansos
Os portugueses, burros e mansinhos, vão continuar a ter conta no banco deste rapazinho.

Eu cá já fechei a minha conta no BPI quando ele mandou cá para fora a posta de pescada do aguentam, aguentam.

Comigo não brinca ele! O pior é que sou uma espécie rara neste Portugal onde todos são humilhados e esmigalhados, e gostam. E aguentam, sem fazer nada.
.
Por aqui?
.
Eheh
.
eheh
.
eheh
.
eheh
.
Atento e informado
.
Claro como água
.
Civismo
então decerto que...
.
Aprender diariamente
Eu fechei no 1º despedimento que fizeram
O País está a ser saqueado, não só atravez das
negociatas das privatizações.Sem segurança, o Forte da Graça tem sido alvo de uma vaga de furtos: ladrões levam blocos de granito, varandas e até telhas. A UNESCO já tinha sinalizado o «risco de vandalismo». A Câmara e o Governo tardam em aprovar o plano para proteger este património mundial.

É conhecida como «obra-prima da arquitectura militar», mas está a desaparecer aos poucos. O Forte da Graça, em Elvas, tem sido alvo nos últimos meses de uma vaga de furtos e vandalismo, já depois de a UNESCO ter elevado a Património Mundial esta e todas as fortificações da cidade, em Junho do ano passado.
Esse gajo anda a gozar com a miséria alheia
Vai viver para a rua e depois vais aparecer na televisão a dizer babozeiras....
Quanto mais se explica...
... mais se prejudica!!!!!

Isto é um autêntico cacete a falar... Só que o cacete está em vantagem, sabe estar calado!!!

A condição necessária para se ser Banqueiro em Portugal é ser-se estúpido!!!
Trolha da Areosa
Chegou a hora !!
Neste caso em partcular
fascistola ao cuidado das brigadas 25 de abril


Fazer alarde da miséria discursando por cima do sangue dos miseráveis...

Afinal só nos comparam aos gregos nos sacrificios?

Se fosse o caso de ter conta nesse BPI o meu dinheiro sairia na hora!

Afinal não há um só Alexandre Soares dos Santos...(patriotas de aviário)

Ora nem mais
É uma questão de racionalidade
Mas que granda besta! Uma queda do PIB de 25% é uma coisa má. Porque haveremos de ambicionar uma coisa má? Eu até posso «aguentar» bater com a cabeça numa parede.. mas para quê? Qual é o objectivo?

Eu também aguentaria um AUMENTO de 25% no PIB português. Isso sim seria um bom objectivo em qualquer programa de governo.
Loucura
Vivemos tempos de loucura e de grande stress causados pela incerteza no futuro.
Só assim se conseguem explicar declarações deste género.
Ainda por cima o banqueiro, que até tem gerido razoavelmente bem o seu banco, nem se apercebe que está a prejudicar a instituição BPI.
Gere bem?
Comentários 269 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub