Anterior
Violência sem tréguas na Síria
Seguinte
Damasco: massacre mata mulheres e crianças
Página Inicial   >  Dossiês  >  Dossies Atualidade  >  Revoltas no Magrebe e no Médio Oriente  >   Turquia reforça presença militar na fronteira com a Síria

Turquia reforça presença militar na fronteira com a Síria

Turquia responde ao bombardeamento de um caça turco por forças sírias no Mediterrâneo, e está a por tropas, lançadores de mísseis e armamento antiaéreo ao longo da fronteira com a Síria.  Clique para visitar o dossiê Revoltas no Magrebe e no Médio Oriente
|

Ancara já avisou Damasco de que não vai tolerar qualquer ato hostil. O Governo de Recep Tayyip Erdogan está a reforçar a presença militar na região fronteiriça com a Síria. De acordo com a televisão estatal turca, TRT, a operação em curso  foi provocada pelo bombardeamento de um caça turco no Mediterrâneo, na passada sexta-feira, por forças sírias.

Clique para aceder ao índice do Dossiê Revoltas no Magrebe e no Médio Oriente

Esta manhã, segundo a TRT, cerca de 30 veículos militares, incluindo camiões com  lança-mísseis e armamento antiaéreo chegaram à cidade de Iskenderun, estacionando a poucas dezenas de quilómetros da fronteira com a Síria. A agência privada de notícias Dogan News também divulgou um vídeo que mostra uma coluna de veículos militares a deslocarem-se para a fronteira entre a Turquia e a Síria.

Segundo o jornal turco "Hürriyet", os equipamentos militares vão ser dispostos nas imediações dos municípios fronteiriços de Altinözü, Reyhanli e Yayladag, onde se encontram os maiores campos de refugiados sírios.

Ontem, por ocasião do lançamento do primeiro avião fabricado na Turquia, o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que o seu país não tem a intenção de atacar a Síria, mas que retaliará qualquer ato hostil de que seja alvo.

Oposição recusa participar no Governo interino


Fontes diplomáticas citadas pelas agências internacionais referiram ontem que o enviado especial da ONU e da Liga Árabe para a Síria, Kofi Annan, vai propor a formação de um Governo interino com representantes do regime e da oposição na conferência internacional prevista para sábado em Genebra.

Entretanto, o principal grupo da oposição síria voltou hoje a recusar participar num Governo interino enquanto o Presidente Bashar al-Assad não deixar o poder, numa reação à nova proposta apresentada por Kofi Annan.

"A oposição ainda não conhece os pormenores da proposta de Annan, pelo que não pode dar-lhe uma resposta. Mas mantém a firme posição de não participar em nenhum projeto político a menos que Bashar al-Assad seja afastado do poder", disse o porta-voz do Conselho Nacional Sírio, George Sabra, citado pela agência France Presse.



Opinião


Multimédia

Tudo o que precisa de saber sobre o ébola, em dois minutos

Porque é que este está a ser o pior surto da história? Como é que os primeiros sintomas se confundem com os de outras doenças? É possível viajar depois de ter contraído o vírus, sem transmitir a doença? E estamos ou não perto de ter uma vacina? O Expresso procurou as respostas a estas e outras dúvidas sobre o ébola.

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Costeletas de borrego com migas de castanhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.


Comentários 22 Comentar
ordenar por:
mais votados
E, a Turquia,
quer se aproximar da Europa. É a fome com a vontade de comer. Um negócio das arábias ... Rio Grande
QUEREM DERRUBAR A SÍRIA?
Parece uma jogada do ocidente a pretender derrubar o governo Sirio devido à agressão deste a um membro da Nato.
Atenção aos próximos episódios!
Re: QUEREM DERRUBAR A SÍRIA?
Dá-lhes..
Só mesmo os esquerdalhos do Ocidente é que apoiam estes regimes facínoras......
"bombardeamento de um caça turco"
Como é que isto se faz? A Síria respondeu à invasão áerea com um bombardeiro que sobrevoou o caça turco e pimba largou-lhe uma bomba em cima!
Eis o bom jornalismo.
Ohhh Maria Luiza...
Vá lá investigar mais um bocadinho para poder corrigir o seu artigo.

"bombardeamento de um caça turco por forças sírias no Mediterrâneo"

Como é que se bombardeia um caça? só se ele estiver no parque de estacionamento. Ninguém deixou cair bombas em cima do Phantom turco.

O caça estava a sobrevoar o mediterraneo (a Síria diz que estava dentro do seu espaço marítimo e a Turquia diz que esteve apenas por erro durante breves momentos) e foi abatido (esta é que é a palavra certa) pelas defesas anti-aereas sírias.

Segundo a Síria foi abatido com tiros de machine-gun quando voava a 100 metros de altura e a menos de 1 Km da costa. A Turquia diz que era um voo de treino e que o avião foi abatido por um míssil (se aceitarem que foi de metralhadora então terão que admitir que estavam bem dentro do território sírio).

Os pilotos ainda estão desaparecidos e presumivelmente mortos.

Cumprimentos,

António

oreivaivestido.blogspot.pt
Re: Ohhh Maria Luiza...
Re: Ohhh Maria Luiza...
Re: Ohhh Maria Luiza...
que lindo!
Este anda a negociar a entrada da Turquia na EU.

Promete a deposição de Bashar e exige a entrada da Turquia na Europa.

Cuidado com a cambada otomana... com o Hollande na França ainda lhes chama de mon ami
20 de Junho de 1998 - 3:50 hs da madrugada.
Samuel Doctorian
Os Cinco Anjos aos Cinco Continentes

SEGUNDO ANJO

Então eu vi que o segundo anjo tinha uma foice nas mãos, do tipo que é usado na ceifa. O segundo anjo disse: "É chegado o tempo da ceifa em Israel e em todos os países por todo o caminho até o Irã". Vi estes países em uma fração de segundos. "Toda a Turquia e aqueles países (inaudíveis) que recusaram minha mensagem de amor deverão odiar um ao outro e matar um ao outro". Vi o anjo erguer a foice e descê-la por sobre todos os países do Oriente Médio. Vi Irã, Pérsia, Armênia, Azerbaijão, toda Georgia - Iraque, Síria, Líbano, Jordânia, Israel, toda a Ásia Menor - cheios de sangue. Vi sangue em todos esses países. Vi fogo; armas nucleares usadas em muitos desses países. Fumaça subindo de todo lugar. Destruição súbita - homens se destruindo uns aos outros. Ouvi essas palavras: "Israel, ó Israel, o grande julgamento chegou". O anjo disse: "Os escolhidos, a Igreja, os remanecentes, deverão ser purificados. O Espírito de Deus deverá preparar Seus filhos". Vi fogo subindo aos céus. O anjo disse: "Esse é o julgamento final. Minha Igreja deve ser purificada, protegida e pronta para o dia final. Homens morrerão de sede. Água se tornará algo escasso por todo o Oriente Médio. Os rios secarão e homens lutarão por água nesses países". O anjo me mostrou que as Nações Unidas deverá ser quebrada em pedaços por causa da crise no Oriente Médio. Não haverá mais Nações Unidas. O anjo com a foice deverá fazer a colheita.
Re: 20 de Junho de 1998 - 3:50 hs da madrugada.
Re: 20 de Junho de 1998 - 3:50 hs da madrugada.
Re: 20 de Junho de 1998 - 3:50 hs da madrugada.
Re: 20 de Junho de 1998 - 3:50 hs da madrugada.
Turcos
Ponham os Turcos na UE ponham ....
Sugestão.
"responde ao bombardeamento de um caça turco por forças sírias no Mediterrâneo", escreveu o Expresso.

  Entendo eu que seria melhor terem-no feito assim:

responde ao abate de um caça turco por forças sírias no Mediterrâneo

Irmãos Muçulmanos v Generais do Mubarak = BE & PCP
Irmãos Muçulmanos v Generais do Mubarak = BE & PCP v partidos da troika
==> tudo TEATRO com agentes dos iluminados para encenar democracia e impedir a verdadeira oposição.
O truque é
-- encenar a "oposiçao" como piores ainda que às marionetes que tiveram que ser substituidas (Ben Ali, Mubarak, Saleh, etc);
-- chamar AL-Qaeda à luta armada do povo pela democracia (Siria, Yemen, Libia).

TEATRO vai ao ponto de encenar "guerras" entre os agentes. Exemplo Erdogan na Turquia "contra" Assad na Siria, veja-se o episodio "caça da Turquia abatido pela Síria",
Para continuar a distrair do fato que os illuminati continuam por todos os meios a tentar impedir a queda do seu agente Asssad na Siria.
-> google : illuminati theater
-> google : iran hoax

Ainda não foi preciso substituir Assad graças aos merenários iranianos que o defendem,. A propósito de Irão, é um exemplo de mais uma truque de como manter uma marionete (ahmadinejad) no poder:
- censura total da luta da oposiçáo enquanto esta não tem armas para combater (desde Junho de 2009 Ahmadinejad executou mais fe 50,000 combatentes desarmados pela democracia);
- encenar uma guerra de palavras enquanto que as redes de televisão por cabo transmitem a propaganda nazi da TV iraniana, ou seja a mesma propaganda nazi dos illuminati, apenas sob outras roupas.
Uma forma de contornar o problema?
A verdadeira história do avião derrubado só é do domínio das secretas. Não sabemos, por isso, das razões que estão por detrás, mas a Síria que se cuide com este gigante adormecido.
Re: Uma forma de contornar o problema?
Re: Uma forma de contornar o problema?
Re: Uma forma de contornar o problema?
Comentários 22 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub