24 de abril de 2014 às 19:45
Página Inicial  ⁄  Dossiês  ⁄  Dossies Atualidade  ⁄  Revoltas no Magrebe e no Médio Oriente  ⁄  Turquia reforça presença militar na fronteira com a Síria

Turquia reforça presença militar na fronteira com a Síria

Turquia responde ao bombardeamento de um caça turco por forças sírias no Mediterrâneo, e está a por tropas, lançadores de mísseis e armamento antiaéreo ao longo da fronteira com a Síria. Clique para visitar o dossiê Revoltas no Magrebe e no Médio Oriente
Maria Luiza Rolim (www.expresso.pt)

Ancara já avisou Damasco de que não vai tolerar qualquer ato hostil. O Governo de Recep Tayyip Erdogan está a reforçar a presença militar na região fronteiriça com a Síria. De acordo com a televisão estatal turca, TRT, a operação em curso  foi provocada pelo bombardeamento de um caça turco no Mediterrâneo, na passada sexta-feira, por forças sírias.

Clique para aceder ao índice do Dossiê Revoltas no Magrebe e no Médio Oriente

Esta manhã, segundo a TRT, cerca de 30 veículos militares, incluindo camiões com  lança-mísseis e armamento antiaéreo chegaram à cidade de Iskenderun, estacionando a poucas dezenas de quilómetros da fronteira com a Síria. A agência privada de notícias Dogan News também divulgou um vídeo que mostra uma coluna de veículos militares a deslocarem-se para a fronteira entre a Turquia e a Síria.

Segundo o jornal turco "Hürriyet", os equipamentos militares vão ser dispostos nas imediações dos municípios fronteiriços de Altinözü, Reyhanli e Yayladag, onde se encontram os maiores campos de refugiados sírios.

Ontem, por ocasião do lançamento do primeiro avião fabricado na Turquia, o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, afirmou que o seu país não tem a intenção de atacar a Síria, mas que retaliará qualquer ato hostil de que seja alvo.

Oposição recusa participar no Governo interino


Fontes diplomáticas citadas pelas agências internacionais referiram ontem que o enviado especial da ONU e da Liga Árabe para a Síria, Kofi Annan, vai propor a formação de um Governo interino com representantes do regime e da oposição na conferência internacional prevista para sábado em Genebra.

Entretanto, o principal grupo da oposição síria voltou hoje a recusar participar num Governo interino enquanto o Presidente Bashar al-Assad não deixar o poder, numa reação à nova proposta apresentada por Kofi Annan.

"A oposição ainda não conhece os pormenores da proposta de Annan, pelo que não pode dar-lhe uma resposta. Mas mantém a firme posição de não participar em nenhum projeto político a menos que Bashar al-Assad seja afastado do poder", disse o porta-voz do Conselho Nacional Sírio, George Sabra, citado pela agência France Presse.


Comentários 22 Comentar
ordenar por:
mais votados ▼
E, a Turquia,
quer se aproximar da Europa. É a fome com a vontade de comer. Um negócio das arábias ... Rio Grande
QUEREM DERRUBAR A SÍRIA?
Parece uma jogada do ocidente a pretender derrubar o governo Sirio devido à agressão deste a um membro da Nato.
Atenção aos próximos episódios!
Re: QUEREM DERRUBAR A SÍRIA? Ver comentário
Dá-lhes..
Só mesmo os esquerdalhos do Ocidente é que apoiam estes regimes facínoras......
"bombardeamento de um caça turco"
Como é que isto se faz? A Síria respondeu à invasão áerea com um bombardeiro que sobrevoou o caça turco e pimba largou-lhe uma bomba em cima!
Eis o bom jornalismo.
Ohhh Maria Luiza...
Vá lá investigar mais um bocadinho para poder corrigir o seu artigo.

"bombardeamento de um caça turco por forças sírias no Mediterrâneo"

Como é que se bombardeia um caça? só se ele estiver no parque de estacionamento. Ninguém deixou cair bombas em cima do Phantom turco.

O caça estava a sobrevoar o mediterraneo (a Síria diz que estava dentro do seu espaço marítimo e a Turquia diz que esteve apenas por erro durante breves momentos) e foi abatido (esta é que é a palavra certa) pelas defesas anti-aereas sírias.

Segundo a Síria foi abatido com tiros de machine-gun quando voava a 100 metros de altura e a menos de 1 Km da costa. A Turquia diz que era um voo de treino e que o avião foi abatido por um míssil (se aceitarem que foi de metralhadora então terão que admitir que estavam bem dentro do território sírio).

Os pilotos ainda estão desaparecidos e presumivelmente mortos.

Cumprimentos,

António

oreivaivestido.blogspot.pt
Re: Ohhh Maria Luiza... Ver comentário
Re: Ohhh Maria Luiza... Ver comentário
Re: Ohhh Maria Luiza... Ver comentário
que lindo!
Este anda a negociar a entrada da Turquia na EU.

Promete a deposição de Bashar e exige a entrada da Turquia na Europa.

Cuidado com a cambada otomana... com o Hollande na França ainda lhes chama de mon ami
20 de Junho de 1998 - 3:50 hs da madrugada.
Samuel Doctorian
Os Cinco Anjos aos Cinco Continentes

SEGUNDO ANJO

Então eu vi que o segundo anjo tinha uma foice nas mãos, do tipo que é usado na ceifa. O segundo anjo disse: "É chegado o tempo da ceifa em Israel e em todos os países por todo o caminho até o Irã". Vi estes países em uma fração de segundos. "Toda a Turquia e aqueles países (inaudíveis) que recusaram minha mensagem de amor deverão odiar um ao outro e matar um ao outro". Vi o anjo erguer a foice e descê-la por sobre todos os países do Oriente Médio. Vi Irã, Pérsia, Armênia, Azerbaijão, toda Georgia - Iraque, Síria, Líbano, Jordânia, Israel, toda a Ásia Menor - cheios de sangue. Vi sangue em todos esses países. Vi fogo; armas nucleares usadas em muitos desses países. Fumaça subindo de todo lugar. Destruição súbita - homens se destruindo uns aos outros. Ouvi essas palavras: "Israel, ó Israel, o grande julgamento chegou". O anjo disse: "Os escolhidos, a Igreja, os remanecentes, deverão ser purificados. O Espírito de Deus deverá preparar Seus filhos". Vi fogo subindo aos céus. O anjo disse: "Esse é o julgamento final. Minha Igreja deve ser purificada, protegida e pronta para o dia final. Homens morrerão de sede. Água se tornará algo escasso por todo o Oriente Médio. Os rios secarão e homens lutarão por água nesses países". O anjo me mostrou que as Nações Unidas deverá ser quebrada em pedaços por causa da crise no Oriente Médio. Não haverá mais Nações Unidas. O anjo com a foice deverá fazer a colheita.
Re: 20 de Junho de 1998 - 3:50 hs da madrugada. Ver comentário
Re: 20 de Junho de 1998 - 3:50 hs da madrugada. Ver comentário
Re: 20 de Junho de 1998 - 3:50 hs da madrugada. Ver comentário
Re: 20 de Junho de 1998 - 3:50 hs da madrugada. Ver comentário
Turcos
Ponham os Turcos na UE ponham ....
Sugestão.
"responde ao bombardeamento de um caça turco por forças sírias no Mediterrâneo", escreveu o Expresso.

  Entendo eu que seria melhor terem-no feito assim:

responde ao abate de um caça turco por forças sírias no Mediterrâneo

Irmãos Muçulmanos v Generais do Mubarak = BE & PCP
Irmãos Muçulmanos v Generais do Mubarak = BE & PCP v partidos da troika
==> tudo TEATRO com agentes dos iluminados para encenar democracia e impedir a verdadeira oposição.
O truque é
-- encenar a "oposiçao" como piores ainda que às marionetes que tiveram que ser substituidas (Ben Ali, Mubarak, Saleh, etc);
-- chamar AL-Qaeda à luta armada do povo pela democracia (Siria, Yemen, Libia).

TEATRO vai ao ponto de encenar "guerras" entre os agentes. Exemplo Erdogan na Turquia "contra" Assad na Siria, veja-se o episodio "caça da Turquia abatido pela Síria",
Para continuar a distrair do fato que os illuminati continuam por todos os meios a tentar impedir a queda do seu agente Asssad na Siria.
-> google : illuminati theater
-> google : iran hoax

Ainda não foi preciso substituir Assad graças aos merenários iranianos que o defendem,. A propósito de Irão, é um exemplo de mais uma truque de como manter uma marionete (ahmadinejad) no poder:
- censura total da luta da oposiçáo enquanto esta não tem armas para combater (desde Junho de 2009 Ahmadinejad executou mais fe 50,000 combatentes desarmados pela democracia);
- encenar uma guerra de palavras enquanto que as redes de televisão por cabo transmitem a propaganda nazi da TV iraniana, ou seja a mesma propaganda nazi dos illuminati, apenas sob outras roupas.
Uma forma de contornar o problema?
A verdadeira história do avião derrubado só é do domínio das secretas. Não sabemos, por isso, das razões que estão por detrás, mas a Síria que se cuide com este gigante adormecido.
Re: Uma forma de contornar o problema? Ver comentário
Re: Uma forma de contornar o problema? Ver comentário
Re: Uma forma de contornar o problema? Ver comentário
PUBLICIDADE
Expresso nas Redes
Pub