15
Anterior
Suspeito detido na Madeira não está ligado aos maiores incêndios
Seguinte
Fogo obriga a retirada da população de Moinhos
Página Inicial   >  Dossiês  >  Dossies Atualidade  >  Fogo na Madeira  >   Tochas incendiárias encontradas na Madeira

Tochas incendiárias encontradas na Madeira

Polícia Judiciária já está a investigar novas pistas encontradas pelos bombeiros. Clique para visitar o dossiê Fogo na Madeira
|
Bombeiros continuam a combater o fogo
Bombeiros continuam a combater o fogo / José Ventura

Os bombeiros de Camacha encontraram tochas de madeira com borrachas nas pontas, que servem para atear fogos.

Clique para aceder ao índice do Dossiê Fogo na Madeira

As tochas foram encontradas no Sítio dos Salgados e estão a ser agora analisadas pela Polícia Judiciária.

Neste momento um dos principais incêndios está a deflagrar no Caniço. As chamas estão a consumir uma área que tem algumas casas próximas, no Sítio dos Moinhos. Dois autotanques dos bombeiros estão a combater o fogo.


Opinião


Multimédia

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 15 Comentar
ordenar por:
mais votados
Um incendiário
É um sujeito sem escrupuloso, portanto não deve ser tratado com alguma dignidade visto o fim dele ser um ato criminoso e põe em risco a vida humana.
Prisão perpétua.
Há mãos criminosas na Madeira
E algumas são de politicos hostis a Jardim!
NÃO É SÓ NA MADEIRA!!!
Re: NÃO É SÓ NA MADEIRA!!!
Reserva noticiosa
Tem que haver nesta, como noutras situações de crise, algum cuidado com as notícias, pois, por experiência própria, seu que alguns artefatos tidos como incendiários para certas pessoas, não passam de objetos abandonados e que nada tem a ver com as ocorrências. Estas notícias, normalmente, funcionam negativamente no esclarecimento dos factos e a entidade com competência para a investigação deve evitar confusões e cortar com boatos que podem ser desastrosos para a segurança das pessoas e para direcionar as diligências.
Espetáculo
O espetáculo continua, acabei de ver uma reportagem onde, supostamente, a PSP faz entrega à PJ das duas tochas incendiárias encontradas pelos Bombeiros na Camacha. É uma tristeza, primeiro porque se os artefatos tem algo a ver com o fogo, não deveriam ser retiradas do local e deviam ser recolhidas pela entidade policial com competência para a investigação, a cena de um crime não pode, não deve em circunstância alguma ser alterada, depois porque ainda falta a confirmação laboratorial sobre a possibilidade de serem estes objetos por si capazes de provocar o incêndio e se contém substâncias carburantes. É perigosa esta forma de show mediático que apenas serve para prejudicar e condicionar o trabalho da investigação. E já agora pergunto, no limite, não haverá violação do segredo de justiça.
tochas-incendiarias-encontradas-na-madeira
Este é um assunto com o qual não gosto de brincar, porque se não fosse o caso diria que alguém ainda vai descobrir que a culpa é de Sócrates. Foi o que se passou mais ou menos no caso do Freeport. Os arguidos foram ilibados, mas Sócrates continua sob suspeita, só não se percebe a razão porque nunca foi chamado a depor durante sete anos. Parece o ajuste de contas por causa das férias judiciais, mas o que não parece é isenção por parte da Justiça. Isto para dizer que nem sempre o que parece é, mas às vezes o que é parece. Devia haver mão pesada para os incendiários, porque além do prejuízo causado, destoem um património que leva anos a recuperar.

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/05/diga-socrates-e-tudo-se-resolvera.html

viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/07/lula-da-silva-entrevista-rtp2.html
Re: tochas-incendiarias-encontradas-na-madeira
ehmmmmm....
... anda pela Madeira a mãozinha de Sócrates...
Do socrates não digo...
A questão é...
Caríssimos,

A questão é outra, então estes broncos destes governantes não é que aproveitaram a altura de maior calor para virem divulgar que a lei da floresta vai mudar. E vai mudar em que sentido: numa área ardida pode platar-se toda essa área de eucaliptos, quando antes era permitido apenas numa percentagem dessa área ardida. Afinal estes políticos de mrd estão de que lado? Se, tal como eu, está farto destes gajos que só fazem mrd, venha a www.movimentopartidoiberico.com e ajude-nos a dar uma volta de 180º a isto.
Re: Tochas incendiárias encontradas na Madeira
Aqui há coisa e às tantas ainda vão fabricar um bode-"respiratório" para disfarçar...Um deles, um candidato potencial a ser um bode expiatório, até que seria capaz de antecipar. Deixo uma pista: um ser que, há quem diga, às vezes sai da cartola...
Não há coincidencias....
Quando o Sr. Jardim foi chamado a pagar uma divida que a Madeira tinha com o continente no tempo do Socrates, caiu um diluvio.
Agora chamado a pagar a dívida entretanto descoberta, aparece um fogo apocaliptico, bem já diz uma certa escritora, não há coicidencias....
não há 2 sem três.
o hitler tambem pegou fogo ao proprio reichtag ! ... portanto como já disse anteriormente ... numa ilha estremamente vigiada ; e nós sabemos por quem ... tudo é possivel !!! Esse sr. é um conspirador e "não deve nada a ninguêm " !!!
justiça, sim, mas...
Não pode haver mais condescendência com os incendiários!
Como as leis têm sido inócuas e sem qualquer efeito dissuasor, há que fazer justiça sem a vulgar justiça!
Não podemos continuar esta política do faz de conta, tanto lá como cá!

 
Comentários 15 Comentar

Últimas


Pub