Anterior
Orçamento ainda não foi entregue no Parlamento
Seguinte
"Este é o Orçamento que o país precisa", diz Teixeira dos Santos
Página Inicial   >  Dossiês  >  Dossies Economia  >  Orçamento do Estado 2011  >   Teixeira dos Santos entregou Orçamento no Parlamento às 23h25

Teixeira dos Santos entregou Orçamento no Parlamento às 23h25

O ministro das Finanças já entregou a proposta de Orçamento do Estado para 2011 ao presidente da Assembleia da República, Jaime Gama. (Veja vídeo SIC no final do texto) Clique para visitar o dossiê Orçamento do Estado 2011
A proposta do Governo do OE 2011 será discutida  28 e 29 de outubro
A proposta do Governo do OE 2011 será discutida 28 e 29 de outubro / Alberto Frias

O ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, entregou hoje a proposta de Orçamento do Estado para 2011 ao presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, cerca das 23:25 numa 'pen'.  

Clique para aceder ao índice do dossiê Orçamento do Estado 2011
 
Teixeira dos Santos chegou ao Parlamento acompanhado pela equipa de secretários de Estado do ministério das Finanças às 23h25, depois da hora marcada e pouco mais de meia hora antes de terminar o prazo limite para a entrega do documento. 
 

"Rodeado por câmaras e debaixo dos 'flashs' dos fotógrafos, Teixeira dos Santos, que estava também acompanhado pelo ministro dos Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão, entregou a "pen" a Jaime Gama na sala onde o presidente da Assembleia da República habitualmente recebe as visitas. 
 
Depois, o presidente da Assembleia da República, o ministro das Finanças, o ministro dos Assuntos Parlamentares, Jorge Lacão, e a equipa de secretários de Estado estiveram reunidos pouco mais de dez minutos à porta fechada.  

Entrega atrasada


A entrega da proposta de Orçamento de Estado para 2011 esteve inicialmente marcada para as 19:30, mas cerca de meia hora antes dessa hora os jornalistas foram avisados que Teixeira dos Santos só estaria no Parlamento às 22:30.
 
Contudo, só 55 minutos depois dessa hora a "pen" com a proposta de Orçamento do Estado para 2011 chegou às mãos de Jaime Gama. 
 
Ao início da noite já tinha, entretanto, sido divulgado que a conferência de imprensa de apresentação da proposta de lei para o Orçamento do Estado de 2011 irá realizar-se no sábado às 10:00. 
 
A proposta do Governo será discutida na generalidade a 28 e 29 de outubro. 


Opinião


Multimédia

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 3 Comentar
ordenar por:
mais votados
Pesada
O raio da ’pen’ deve ser muito pesada, tantos para a transportar. O presidente da AR estava com cara de poucos amigos, devia de ser por causa da hora, deve ter isenção de horário e não vai receber as horitas da ordem. E coitadito do ministro há duas noites que não dorme. Sr. ministro na altura que fazia projectos para expo abrir, dormia três noites por semana (com sorte e durante meses), não recebia horas, e ganhava 20 x menos que o Sr., e não me chorava porque aquela era a minha função e a responsabilidade a isso obriga.
Todos passam a vida a dizer que a torneira do financiamento fechou. Que ela fechou já todos sabemos há muito, o que não sabemos foi que tanques ela encheu. Isso e que seria bom de saber, e depois de descoberto esse ‘tabu’ aproveitar e obrigar a reembolsar com juros.
Depois de todos os cortes este ‘cavalo branco’ corta 50 institutos dos 14 mil que existem!? Devia de se demitir!
Pura e simplesmente intolerável
Este atraso na entrega a famosa PEN que no ano passado nada trazia, é deplorável e revelador da incompetência, do desnorte e mais importante que tudo isso, isto é uma falta de respeito para com o a 2ª figura do Estado, que infelizmente é obrigado a sujeitar-se a esperas, que não fazem qualquer sentido. Será que o orçamento, acabou de ser produzido às 11 horas de hoje? Só pode ser mais um amontoado de conversa fiada produzida em cima do joelho e que não vai dizer nada de concreto, para além do aumento de impostos
Ó xotôr Teixeira dos Santos, por obséquio:
O que é que significa isto:
"LEI 91/2001, de 20/08, Lei de Enquadramento do Orçamento de Estado
Artigo 38.º
1 — O Governo apresenta à Assembleia da República, até 15 de Outubro de cada ano, a proposta de lei do Orçamento do Estado para o ano económico seguinte, acompanhada por todos os elementos a que se referem os artigos 35.o a 37.o
Artigos 35º a 37º (Desenvolvimentos Orçamentais, Conteúdo do relatório, Elementos Informativos)"
V.Ex.a acha que posso contar com a sua demissão, e demais pares, na próxima segunda-feira? Não? Pois, já calculava. E então se for só uma coima? Tipo daquelas que eu pago se entregar a minha declaração de IRS três segundos depois da meia-noite do dia limite. Não sei se sabe, mas um faltoso pagaria, nessas condições € 25,00. E V.Ex.a, vai pagar quanto? Ah, percebi. A minha declaração não tem o mesmo peso que o Orçamento dos seus amigos, perdão, Orçamento do Estado.
Então desculpe qualquer coisinha sim. Olhe, já agora não se esqueça que ainda tenho uns trocos debaixo do colchão. Não quer criar a taxa "lucros acolchoados".
Força nisso, hein.
Tchau.
Comentários 3 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub