Anterior
Britney Spears e filhos na capa da Elle americana
Seguinte
Silêncio que as divas da ópera vão cantar
Página Inicial   >  Sociedade  >  Gente  >   Souto Moura projecta casa barata encomendada pelo Expresso (vídeo)

Souto Moura projecta casa barata encomendada pelo Expresso (vídeo)

Em tempo de crise, veja como o arquitecto Souto Moura fez o projecto de uma casa de 100 mil euros, em resposta a um desafio do Expresso.
|

Opinião


Multimédia

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 

Crumble. A sobremesa mais fácil do mundo

Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida, especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 12 Comentar
ordenar por:
mais votados
100 mil euros barato ???
sim... 20 mil para "untar" a autarquia, 30 mil são para o rabiscador... 20 mil para o empreiteiro... OK por 30 mil já é uma casa barata... livre-se do arquitecto, construa a casa por administração directa e isso é que sai barato...
Puramente académico!
Este projecto do Arq. Souto Moura pode, sim, ser comprado por quem tem 5 X 100 mil euros. Em tempos de crise e para quem dispõe somente de 100 mil euros nunca terá acesso a um projecto destes e terá de escolher outra coisa. Não passando de uma situação puramente teórica e académica é, contudo, um bom exercício para mostrar aos seus aprendizes colaboradores.
100 mil?
Completa demagogia. Só isso deve pedir o Souto Moura para desenhar a casa...

www.efseguros.com
crise, a quanto obrigas...
Isso não é uma casa! É uma caixa de escadas com acréscimo nos patamares! Ninguém que pense na sua velhice vai querer uma habitação dessas, a não ser que lhe instale um elevador... Por esse dinheiro qualquer um faria melhor. Ao fim e ao cabo sempre são vinte mil contos! Ou será que aqui o factor custo-de-um-terreno-à-beira-rio obrigou a "casa" a parecer um depósito de gente.
Francamente, arquitecto... Penso (baixinho): crise, a quanto obrigas...
Bem, pelo menos tem lugar de garagem, o imperativo de qualquer burguês que se preze.
parecem jeitosas!
Então e as piscadelas de olho ecológicas e as modernices electrónicas de baixo custo e grande efeito?
O barulho do elevador far-se-á sentir pela surdez da velhice? E o ar condicionado para cortar a magnitude da exposição solar (a Sul?); baratinho n´é?
As vistas (bistas) parecem jeitosas!

(Às vezes mais vale estar quieto.)
Souto Moura projecta casa barata
Barata uma Ova. Sem ser especialista na matéria parece-me que há quem faça melhor por menos. Não estou a entrar em linha de conta com as despesas extras, para Camara, terreno etc., que penso que também não foram incluídos. Trata-se de uma idéia gira que não passa disso mesmo, mas que acredito que não terá sucesso.
São as chamadas contas de sumir
É por estas e por outras que há derrapagens nas obras e principalmente nas obras publicas.
Vão todos atrás destas tretas e destas contas de sumir dos arquitectos, e se forem famosos como é o caso, ainda Pior. Para dar jus a fama os materiais são geralmente do mais exclusivo que há, de preferencia patenteados pelos próprios arquitectos.

Neste caso, uma casa virada para o douro com aquela arquitectura, várias lacunas dse detectam assim a primeira vista:
Terreno
Fundações
Betão à vista (com certeza)
Fossa Septica
....
Com 20 mil contos o empreiteiro não faria nem 1/3 da casa.

Já agora, não sei porque é que, quando se fala de arquitectos, os jornalistas falam sempre de arte e quando se fala em derrapagens os jornalista falem sempre dos politicos e dos gestores, que muitas das vezes apenas não mais fazem do que confiar no arquitecto.
E este é muitas vezes escolhido a dedo e sem concurso publico ...é só ver os exemplos......

Tudo incluido??
Será este um projecto que é de fácil aplicação, é que para além do terreno e materiais de construção tb não nos podemos esquecer do projecto em si que inclui o trabalho do arquitecto e esse sinceramente não sei quanto custa mas vindo de um gabinete com este renome, não deve de ser barato...
SOUTO DE MOURA
NÃO VOU CERTAMENTE FAZER UMA CRITICA À OBRA E CONCEITO DO ARQUITECTO. NÃO TENHO ELEMENTOS SUFICIENTES NO PROJECTO!
POSSO, PORÉM, DEIXAR AQUI O QUE ME PASSA PELA ALMA E EM FUNÇÃO DO QUE APRENDI, AQUI (POUCO), PELO MUNDO FORA (BASTANTE) E PELO CONTACTO PERMANENTE COM FAMILIARES QUE DEDICARAM A SUA VIDA A ESTE TIPO DE COISAS, DESENHAR E MANDAR FAZER CASAS PARA AS PESSOAS, CLARO.
1 - NÃO ME PARECE QUE ESTE PARALELEPÍPEDO TENHA ALGUMA COISA A HAVER COM A ESTRUTURA PAISAGÍSTICA.
2 - DO QUE CONSEGUI ENTENDER DO TEXTO QUE LI, A OBRA CUSTOU "CUSTO DE CONSTRUÇÃO" 100.000 EUROS. FIZ QUESTÃO EM POR TODOS OS ZEROS PORQUE ELES FAZEM A DIFERENÇA.
3 - QUAL É O VALOR REAL DE VENDA AO PUBLICO???
4 - ESTAMOS A FALAR DE QUE CRISE??? É QUE POR ESTE CAMINHO ESTAMOS A CONTRIBUIR E NÃO A LUTAR CONTRA A TAL "CRISE"!!!
5 - GOSTO DO CONFORTO DA VISTA. ESTA TÉCNICA DE EXPOR ESTE TIPO DE EXTERIORES, HÁ MUITO QUE FOI APADRINHADA POR VÁRIOS ARQUITECTOS EM TODO O MUNDO. É INTELIGENTE E SAUDÁVEL!!!
6 - QUEM É QUE VAI MORAR PARA AQUELES ARRABALDES?
7 - TAMBÉM GOSTEI DO ELEVADOR!!!
8 - TAMBÉM GOSTEI DA "CLASE MÉDIA MUITO BAIXA" PALAVRAS PROFERIDAS PELO ARQUITECTO QUE FEZ A APRESENTAÇÃO NO LUGAR DO S.M.. JÁ PERCEBERAM COMO SE MATAM DOIS COELHOS DE UMA SÓ CAJADADA???
9 - GOSTEI DO EXERCÍCIO, A MEU VER FALHADO, SÓ PORQUE NOS DÁ A ENTENDER QUANTOS HÁ QUE AINDA NÃO SABEM NEM PERCEBERAM O QUE É A CRISE REAL!!!
10 - PARA TERMINAR, DEVO CONFESSAR QUE ESTE PAÍS CONTINUA A ENVERGONHAR-ME! ...
Respeito pela Aldeia de Rio Mau e Riomauenses
Quanto ao projecto, suas inovações, conforto e ideal para a crise, não comento, pois não sou especialista na materia de arquitectura. Embora tenha a minha opinião pessoal, a qual não é favorável ao mesmo.
Não obstante, o que me incomodou não foi o projecto. Sou riomauense e os detalhes que apresentam sobre Rio Mau são, totalmente, falsos. Os autores/profissionais que realizaram este projecto e filme, deviam de ter feito uma pesquisa/estudo adequado antes de proferir tais comentários. Lamentável !!
como??!
ora deixa cá ver..tempo 01:38 e voilá!36+18=44..hmm...se calhar não..Epá, tenham paciência, com contas assim de sumir não admira o preço..Srs jornalistas, querem saber o que se faz por esse preço perguntem a quem ao menos sabe fazer umas simples contitas de merceeiro..lol
Criticar porque sim
Este como qualquer outro projecto de arquitectura, deve ser olhado como uma proposta, que neste caso é de um arquitecto conhecido, mas que não quer dizer que seja a melhor proposta, e muito menos quer dizer que será a solução para a crise. Deve ser olhado como uma hipótese. Critica-se tudo só porque sim, porque ele é arquitecto, e ainda por cima um arquitecto reconhecido ainda se critica mais.
Comentários 12 Comentar

Últimas

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub