Anterior
Sondagem: CDU renova presidência em Setúbal
Seguinte
Ferreira Leite deve cumprir mandato, diz Marcelo
Página Inicial   >  Dossiês  >  Dossies Atualidade  >  Portugal 2009  >   Sondagem: Rui Rio prepara-se para terceiro mandato

Sondagem: Rui Rio prepara-se para terceiro mandato

Rui Rio tem uma confortável vantagem para Elisa Ferreira na sondagem da Eurosondagem para o Expresso, SIC e Rádio Renascença. Clique para visitar o dossiê Portugal 2009.
|
Sondagem: Rui Rio prepara-se para terceiro mandato

O presidente da Câmara Municipal do Porto pode obter entre 45,9% e 50,1% dos votos, o que lhe permitiria ser eleito para um terceiro e último mandato (a lei de limitação dos mandatos impede que se candidate novamente em 2013). A antiga ministra do Ambiente de António Guterres e actual eurodeputada do Partido Socialista parece, a confirmar-se o resultado da sondagem, ter sido uma aposta falhada dos socialistas para a segunda cidade do País. Depois de Fernando Gomes e Francisco Assis, também Elisa Ferreira se prepara para uma derrota frente a Rui Rio .

Clique para aceder ao índice do Dossiê Portugal 2009

A CDU, com Rui Sá, e o Bloco de Esquerda, com João Teixeira Lopes, podem chegar à vereação portuense.

Ambiente e habitação dominam campanha


"Acho que não trouxe a chave de parafusos" - a inesperada resposta veio de Rui Rio, durante uma visita ao bairro de Fernão Magalhães. Quem a ouviu foi uma moradora que chamara o candidato da coligação PSD/CDS à Câmara do Porto para ele ir ver uma persiana que lhe tinha caído.

"Estas situações de casas deterioradas são cada vez menos", diz Rio, para auto-elogiar o esforço e o investimento de ¤130 milhões, que afirma ter feito nos dois mandatos para recuperar a habitação social. E aproveita para referir que o terceiro mandato será para terminar a tarefa de reabilitar os bairros a que não conseguiu acudir.

Quem não se conforma com a satisfação do presidente da Câmara do Porto é Rui Sá, candidato da CDU, que promete mais habitação camarária e não permitir que as casas sociais fiquem abandonadas mais de três meses. "Ainda há muito para fazer", diz o candidato, que contou 120 visitas aos bairros no seu último mandato como vereador.

Rui Rio ouve com atenção Rui Sá nesta matéria (e noutras, confidenciando que é o único adversário que conhece bem muitos dos dossiês da cidade). Mas no BE e no PS esta sintonia não é muito bem vista e o candidato bloquista, Teixeira Lopes, não perde ocasião para denunciar esses entendimentos (que já antes permitiram que Rui Sá fosse vereador num executivo de Rio).

Sobre habitação, BE e PS apostam em propostas fortes para o Porto. Teixeira Lopes foi buscar a ideia do seu partido para criar um banco de arrendamento e insurge-se contra o que chama de papel de "centrifugador social" de Rio: "Ao não construir uma única habitação de iniciativa pública nos oito anos de mandato, a Câmara 'ofereceu' às imobiliárias um monopólio quanto à oferta de habitação".

Bloquistas e socialistas estão preocupados com a fuga de população jovem da cidade. Elisa Ferreira, a candidata independente pelo PS, estudou um plano de casas de baixo custo, envolvendo cooperativas de habitação. E esta é apenas uma das 183 medidas que apresenta para combater a perda de importância da cidade.

Elisa detectou muitos problemas herdados da gestão de Rui Rio e não se cansa de dizer que nada justifica o estado a que a cidade chegou. Mas a candidata nem sempre tem o partido que a escolheu ao seu lado, para fazer ouvir as críticas. A concelhia socialista de Orlando Soares Gaspar não gostou da equipa que Elisa leva consigo e José Sócrates teve de ir ao Porto dar um murro na mesa e repetir que o PS tinha uma candidata para apoiar incondicionalmente.

As dificuldades de Elisa começaram logo quando acumulou a corrida à Câmara com a sua eleição para o Parlamento Europeu, com Rio a responder com um cartaz inicial que dizia que tinha "os dois pés no Porto" e, agora, um outro que diz que está a 100% no Porto.

Mas neste campo, marcam pontos os outros concorrentes: Teixeira Lopes, João Pinto (PCTP-MRPP) e Rui Sá. O comunista é o único que diz no seu cartaz que é candidato a presidente da Câmara, mas garante que, como de outras vezes, fica como vereador, se perder. E Teixeira Lopes e João Pinto já criticaram o facto de Rio e Elisa não serem capazes de fazer igual promessa.

Ou seja, se derrotados, o candidato da coligação de direita e a do PS não ficam para ver a solução para o bairro do Aleixo. Rio promete demolir este verdadeiro antro de droga a seguir às eleições, e Elisa afirma que o quer reabilitar. "Mal estamos se tivermos que demolir um bairro sempre que ele tiver problemas sérios", diz Elisa. Certo é que ninguém verá Rui Rio a fazer campanha no Aleixo. "Isso seria provocar as pessoas. Não faço esse tipo de campanha".

Outro dos temas centrais desta eleição é a construção em terrenos do parque da cidade, que Rio prometeu evitar (depois do autarca socialista Nuno Cardoso os ter vendido a particulares) - uma decisão que agora o obriga a ceder terrenos no valor de €43 milhões (ou a perder 169 milhões, como contrapõe a candidata socialista).


Ficha técnica

Estudo de Opinião efectuado pela Eurosondagem, S.A. para o Expresso, SIC e Rádio Renascença. Entrevistas telefónicas, realizadas por entrevistadores seleccionados e supervisionados. Estudo realizado nos dias 28, 29 e 30 de Setembro. O universo é a população com 18 anos ou mais, residente no concelho do Porto e habitando em lares com telefone da rede fixa. Foram efectuadas 869 tentativas de entrevistas e, destas, 133 (15,3%) não aceitaram colaborar no Estudo de Opinião. Foram validadas 736 entrevistas, correspondendo a 84,7% das tentativas realizadas. A escolha do lar foi aleatória nas listas telefónicas e o entrevistado, em cada agregado familiar, o elemento que fez anos há menos tempo. Desta forma aleatória resultou, em termos de sexo (feminino - 51,0%; masculino - 49,0%) e no que concerne à faixa etária (dos 18 aos 30 anos - 17,0%; dos 31 aos 59 - 55,6%; com 60 anos ou mais - 27,4%), um total de 736 entrevistas validadas. O erro máximo da amostra é de 3,61%, para um grau de probabilidade de 95,0%.

Um exemplar deste Estudo de Opinião está depositado na Entidade Reguladora para a Comunicação Social.



Opinião


Multimédia

Cheesecake com manjericão e doce de tomate

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Voámos num F-16

Um piloto da Força Aérea voou com uma câmara GoPro do Expresso e temos imagens inéditas e exclusivas para lhe mostrar num trabalho multimédia.

Salada de salmão com sorvete de manga

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Por faróis nunca dantes navegados

São a salvaguarda dos navegantes, a luz que tranquiliza o mar. Há 48 faróis em Portugal continental e nas ilhas. Este é um acontecimento único: todos os faróis e 1830 km de costa disponíveis num mesmo trabalho. Para entendê-los e vê-los, basta navegar neste artigo.

Parecem casulos onde gente hiberna à espera de ver terra

No Porto de Manaus não há barcos, mas autocarros bíblicos que caminham sobre água. Têm vários andares e estão cheios de camas de rede que parecem casulos onde homens, mulheres e crianças aguardam o destino. E há gente a vender o que houver e tiver de ser junto ao Porto. "Como há Copa, tem por aí muito gringo que vem ter com 'nóis'. E então fica mais fácil vender"

O adeus de Lobo Antunes às aulas de medicina

O neurocirurgião deu terça-feira a sua "Última Lição" no auditório do Instituto de Medicina Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, na véspera de deixar o seu trabalho no serviço nacional de saúde.

Jaguar volta a fabricar desportivo dos anos 60

Até ao verão será fabricado um número limitado de desportivos Jaguar E-Type Lightweight, seguindo todas as especificações originais, incluindo a continuação do número de série das unidades produzidas em 1963.

"Naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas"

Mais do que uma manifestação, o 'primeiro' 1º de Maio é recordado como a grande festa da Revolução dos Cravos, quando o povo saiu às ruas em massa e a união das esquerdas era um sonho possível. "O 1º de Maio seria mais uma primeira coisa, porque naquela altura estavam continuamente a acontecer primeiras coisas." Foi há 40 anos.

Este trabalho não foi visado por qualquer comissão de censura

Aquilo que hoje é uma expressão anacrónica estava em relevo na primeira página do "República", a 25 de Abril de 1974: "Este jornal não foi visado por qualquer comissão de censura". Quarenta anos depois da Revolução, veja os jornais, ouça os sons e compreenda como decorreu o "dia inicial inteiro e limpo", como lhe chamou Sophia. O Expresso falou ainda com cinco gerações de 40 anos e percorreu a "geografia" das Ruas 25 de Abril de todo o país, falando com quem lá mora. Veja a reportagem multimédia.


Comentários 81 Comentar
ordenar por:
mais votados
Há muito tempo que se sente que Rui Rio
renovará mandato no Porto. Quem vive no Porto tem dado essa sensação ao longo do tempo. Pouco contestado com a excepção da área cultural. Os seus mandatos neste campo têm sido lamentáveis. Tem uma visão da cultura muito provinciana o que denota em parte, alguma falta de educação e cultura e esse aspecto denota-se no seu discurso e nas atitudes que toma. Porém os cidadãos do Porto serão aqueles que devem de escolher o seu presidente de câmara de forma livre e sem qualquer pressão de outra região. Rui Rio também ganha a Câmara porque Elisa Ferreira é uma fraca candidata. Iniciou-se mal ao ter sido simultâneamente candidata nas eleições europeias e foi eleita e agora candidata-se à Câmara Municipal. Esse aspecto não é bem visto pela generalidade da opinião pública, que encontra nesta atitude um sinal de ganância aos tachos. O Porto tem neste momento Rui Rio que demonstrou ao longo destes anos ser fiel aos seus eleitores não tendo sido tentado a ocupar outros cargos no seu partido. Só esta atitude lhe garante a reeleição.
Este homem será o próximo líder...
... do PSD. Que não hajam dúvidas. Tem todas as condições e o perfil de líder.
Re: Este homem será o próximo líder...
Re: Este homem será o próximo líder...
Re: Este homem será o próximo líder...
continua ....
Re: continua ....
Re: Este homem será o próximo líder...
Re: Este homem será o próximo líder...
Re: Este homem será o próximo líder...
Re: Este homem será o próximo líder...
A falta de cultura de Coligções
Re: Não concordo!
Re: Este homem será o próximo líder...
Re: Este homem será o próximo líder...
Re: Este homem será o próximo líder...
Re: Este homem será o próximo líder...
Não Pode Ser...
Ouvi agora mesmo na RDP a "análise" política de um tal Carlos Magno (extremamente independente e, ao que afirma, racional) que garantiu que Elisa Ferreira ía ganhar.

Prova-se assim que esta sondagem está errada.
Re: Não Pode Ser...
Re: Não Pode Ser...
Re: Não Pode Ser...
E Lisboa? Não tem sondagem?
Se não é mostrada a sondagem de Lisboa deve ser sinal que não é favorável ao PSD...
Nuno Costa
Re: E Lisboa? Não tem sondagem?
Talvez seja o contrário
Re: Talvez seja o contrário
Parabéns ao PS!
Conseguir mais de 30% dos votos numa eleição a que não apresenta candidato é uma enorme vitória do PS, ainda que com menos votos que a lista adversária, que só consegue ganhar graças ao facto de apresentar um candidato.
Elisa Ferreira
Usando de um oportunismo político, a todos os títulos censurável, e porque sabia de antemão que a sua derrota no Porto, era um dado adquirido, Elisa Ferreira tratou de segurar, antes de tudo, um lugar em Bruxelas, como deputada. O mesmo fêz a "educada" e "palavrosa" Ana Gomes !
Sobre Rui Rio, quem teria a coragem de enfrentar o conhecido "Papa" do Porto, que nos tempos de Fernando Gomes e de Nuno Cardoso, era o o verdadeiro Presidente da Câmara do Porto ?
Agora, lá está de novo, "encostado" a Elisa Ferreira", para tentar conquistar alguns votos, à custa do F. C. do Porto...
Mas, como da última vez, o tiro vai-lhe sair pela culatra!
Uma vez mais vai sair derrotado!
Difícil tarefa
Re: Difícil tarefa
Re: Difícil tarefa
Re: Difícil tarefa
Re: Difícil tarefa
Sondagens
É certo que sondagens não passam de sondagens.
Das quatro sondagens, só a de Lisboa é favorável ao PS.
As referentes ao Poro, Oeiras e Setúbal, são-lhe todas desfavoráveis.
Factos são factos !
Dsmintam-nos !
Não colhe o sistema seguido por alguns comentadores, de passarem ao lado dos temas em questão, e refugiarem-se em outros de cariz totalmente diferente!
Eu, a esses, não respondo ! Portanto é tempo perdido !
Re: Sondagens
Sondagem Rui Rio para terceiro mandato
Será o último mandato e só espero que depois disto descanse em paz. O PSD precisa e o País também de uma nova geração de politicos com novas ideias e que não cheirem a mofo. De dinossauros e mumias já todos estamos fartos. Cada geração tem de fazer a cama para se deitar.
Re: Sondagem Rui Rio para terceiro mandato
É.. LISA de ideias
É PS...
É triste...
Será que Mário Soares e o filho vão estar na campanha desta "velha senhora"?
Re: É.. LISA de ideias
Re: É.. LISA de ideias
ELISA
A colagem ao FCPorto é vergonhosa. O FCPorto é que projecta a cidade do Porto para o mundo e não o contrário. Rui Rio foi infeliz na forma como abordou a ligação da câmara aos clubes de futebol, mas o seu princípio está certo.
Re: ELISA
Rio, Água
Ao Secretariado Nacional do PS se deve esta derrota. Este Secretariado é muito fraco estrategicamente.
Elisa Ferreira
Lá terá que arrumar as malas, na segunda-feira, a Dra. Elisa Ferrreira, a caminho de Bruxelas !
É que o "dinheirinho", nestas coisas conta muito !
Para quem dizia , que o Porto era tudo, porque não fica como vereadora ?
Não se esqueça da Dra. Ana Gomes...
Pronto,
se vier a ser eleito, como tudo indica, lá estará o meu Boavista tramado. Seria de esperar que o meu clube do coração fosse colocado em pé de igualdade com o F.C.Porto, no que diz respeito a apoios, mas com este presidente, népia.
Re: Pronto,
Re: Pronto,
Re: Pronto,
Por falar em gamelas de Bruxelas...
É uma forma vergonhosa
de falar de um poleiro,
de uma política espinhosa
com discurso foleiro.

A honestidade é tortuosa
para esta cambada,
têm uma relação virtuosa
com a razão encabada.

Até a gamela do lado
não resiste à voracidade,
de um porco pincelado
com muita autenticidade.

A candidata duplicada
em diferentes eleições,
fica mais que explicada
estas doutas afirmações.
Re: Por falar em gamelas de Bruxelas...
Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Não percebo porque é que o PS não avançou com uma candidatura forte, coerente e ganhadora.
Esta senhora não tem uma única ideia sobre ordenamento do território e desenvolvimento da infra-estrutura de transportes, ao contrário de Rui Rio que luta por ideias e objectivos.
O Metro da Boavista vai para a frente porque Rio é presidente!
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
António Rocha e José do Telhado...
Re: António Rocha e José do Telhado...
Caro António Rocha...
Re: Caro António Rocha...
Mas...
Re: António Rocha e José do Telhado...
Sendo assim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Comentários 81 Comentar

Últimas

Pobres de nós

O facto da pobreza ser fundamentalmente relacional ...

Ver mais

Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub