Anterior
Sondagem: CDU renova presidência em Setúbal
Seguinte
Ferreira Leite deve cumprir mandato, diz Marcelo
Página Inicial   >  Dossiês  >  Dossies Atualidade  >  Portugal 2009  >   Sondagem: Rui Rio prepara-se para terceiro mandato

Sondagem: Rui Rio prepara-se para terceiro mandato

Rui Rio tem uma confortável vantagem para Elisa Ferreira na sondagem da Eurosondagem para o Expresso, SIC e Rádio Renascença. Clique para visitar o dossiê Portugal 2009.
|
Sondagem: Rui Rio prepara-se para terceiro mandato

O presidente da Câmara Municipal do Porto pode obter entre 45,9% e 50,1% dos votos, o que lhe permitiria ser eleito para um terceiro e último mandato (a lei de limitação dos mandatos impede que se candidate novamente em 2013). A antiga ministra do Ambiente de António Guterres e actual eurodeputada do Partido Socialista parece, a confirmar-se o resultado da sondagem, ter sido uma aposta falhada dos socialistas para a segunda cidade do País. Depois de Fernando Gomes e Francisco Assis, também Elisa Ferreira se prepara para uma derrota frente a Rui Rio .

Clique para aceder ao índice do Dossiê Portugal 2009

A CDU, com Rui Sá, e o Bloco de Esquerda, com João Teixeira Lopes, podem chegar à vereação portuense.

Ambiente e habitação dominam campanha


"Acho que não trouxe a chave de parafusos" - a inesperada resposta veio de Rui Rio, durante uma visita ao bairro de Fernão Magalhães. Quem a ouviu foi uma moradora que chamara o candidato da coligação PSD/CDS à Câmara do Porto para ele ir ver uma persiana que lhe tinha caído.

"Estas situações de casas deterioradas são cada vez menos", diz Rio, para auto-elogiar o esforço e o investimento de ¤130 milhões, que afirma ter feito nos dois mandatos para recuperar a habitação social. E aproveita para referir que o terceiro mandato será para terminar a tarefa de reabilitar os bairros a que não conseguiu acudir.

Quem não se conforma com a satisfação do presidente da Câmara do Porto é Rui Sá, candidato da CDU, que promete mais habitação camarária e não permitir que as casas sociais fiquem abandonadas mais de três meses. "Ainda há muito para fazer", diz o candidato, que contou 120 visitas aos bairros no seu último mandato como vereador.

Rui Rio ouve com atenção Rui Sá nesta matéria (e noutras, confidenciando que é o único adversário que conhece bem muitos dos dossiês da cidade). Mas no BE e no PS esta sintonia não é muito bem vista e o candidato bloquista, Teixeira Lopes, não perde ocasião para denunciar esses entendimentos (que já antes permitiram que Rui Sá fosse vereador num executivo de Rio).

Sobre habitação, BE e PS apostam em propostas fortes para o Porto. Teixeira Lopes foi buscar a ideia do seu partido para criar um banco de arrendamento e insurge-se contra o que chama de papel de "centrifugador social" de Rio: "Ao não construir uma única habitação de iniciativa pública nos oito anos de mandato, a Câmara 'ofereceu' às imobiliárias um monopólio quanto à oferta de habitação".

Bloquistas e socialistas estão preocupados com a fuga de população jovem da cidade. Elisa Ferreira, a candidata independente pelo PS, estudou um plano de casas de baixo custo, envolvendo cooperativas de habitação. E esta é apenas uma das 183 medidas que apresenta para combater a perda de importância da cidade.

Elisa detectou muitos problemas herdados da gestão de Rui Rio e não se cansa de dizer que nada justifica o estado a que a cidade chegou. Mas a candidata nem sempre tem o partido que a escolheu ao seu lado, para fazer ouvir as críticas. A concelhia socialista de Orlando Soares Gaspar não gostou da equipa que Elisa leva consigo e José Sócrates teve de ir ao Porto dar um murro na mesa e repetir que o PS tinha uma candidata para apoiar incondicionalmente.

As dificuldades de Elisa começaram logo quando acumulou a corrida à Câmara com a sua eleição para o Parlamento Europeu, com Rio a responder com um cartaz inicial que dizia que tinha "os dois pés no Porto" e, agora, um outro que diz que está a 100% no Porto.

Mas neste campo, marcam pontos os outros concorrentes: Teixeira Lopes, João Pinto (PCTP-MRPP) e Rui Sá. O comunista é o único que diz no seu cartaz que é candidato a presidente da Câmara, mas garante que, como de outras vezes, fica como vereador, se perder. E Teixeira Lopes e João Pinto já criticaram o facto de Rio e Elisa não serem capazes de fazer igual promessa.

Ou seja, se derrotados, o candidato da coligação de direita e a do PS não ficam para ver a solução para o bairro do Aleixo. Rio promete demolir este verdadeiro antro de droga a seguir às eleições, e Elisa afirma que o quer reabilitar. "Mal estamos se tivermos que demolir um bairro sempre que ele tiver problemas sérios", diz Elisa. Certo é que ninguém verá Rui Rio a fazer campanha no Aleixo. "Isso seria provocar as pessoas. Não faço esse tipo de campanha".

Outro dos temas centrais desta eleição é a construção em terrenos do parque da cidade, que Rio prometeu evitar (depois do autarca socialista Nuno Cardoso os ter vendido a particulares) - uma decisão que agora o obriga a ceder terrenos no valor de €43 milhões (ou a perder 169 milhões, como contrapõe a candidata socialista).


Ficha técnica

Estudo de Opinião efectuado pela Eurosondagem, S.A. para o Expresso, SIC e Rádio Renascença. Entrevistas telefónicas, realizadas por entrevistadores seleccionados e supervisionados. Estudo realizado nos dias 28, 29 e 30 de Setembro. O universo é a população com 18 anos ou mais, residente no concelho do Porto e habitando em lares com telefone da rede fixa. Foram efectuadas 869 tentativas de entrevistas e, destas, 133 (15,3%) não aceitaram colaborar no Estudo de Opinião. Foram validadas 736 entrevistas, correspondendo a 84,7% das tentativas realizadas. A escolha do lar foi aleatória nas listas telefónicas e o entrevistado, em cada agregado familiar, o elemento que fez anos há menos tempo. Desta forma aleatória resultou, em termos de sexo (feminino - 51,0%; masculino - 49,0%) e no que concerne à faixa etária (dos 18 aos 30 anos - 17,0%; dos 31 aos 59 - 55,6%; com 60 anos ou mais - 27,4%), um total de 736 entrevistas validadas. O erro máximo da amostra é de 3,61%, para um grau de probabilidade de 95,0%.

Um exemplar deste Estudo de Opinião está depositado na Entidade Reguladora para a Comunicação Social.



Opinião


Multimédia

Vai pagar mais ou menos IRS? Veja as simulações

Reforma do imposto protege quem tem dependentes a cargo, mas pode penalizar os restantes contribuintes. Função pública e pensionistas vão ter mais dinheiro disponível. Veja simulações para vários casos.

Costeletas de borrego com migas de castanhas

Especialista em pratos de confeção acessível, com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, Tiger escolheu a gastronomia como forma de estar na vida. Veja, confecione, desfrute e impressione.

A última viagem do navio indesejado

Construído nos Estaleiros de Viana e pensado para fazer a ligação entre ilhas nos Açores, o Atlântida foi recusado pelo Governo Regional por alegadamente não atingir a velocidade pretendida. Contando com os custos associados à dissolução do contrato, o prejuízo ascendeu a 70 milhões de euros. Foi agora comprado a "preço de saldo", para mudar de nome e ser reconvertido num cruzeiro na Amazónia. Fizemos a última viagem do Atlântida e vamos mostrar-lhe os segredos do navio.

Strogonoff de peixe espada preto

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Caril de banana

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Tem três minutinhos? Vamos explicar-lhe o que muda no orçamento de 350 mil portugueses (e no de muitas empresas)

O novo salário mínimo entrou em vigor. São mais €20 brutos para cerca de 350 mil portugueses (números do Ministério da Segurança Social, porque os sindicatos falam em 500 mil trabalhadores). Mudou o valor, mas também os descontos que as empresas fazem para a Segurança Social. Porque se trata de uma medida que afeta a vida de muitos portugueses, queremos explicar o que se perde e o que se ganha, o que se altera e o que se mantém.

Cantaril com risotto de espargos

Faz agora cinco anos que o Chefe Tiger, especialista em pratos de confeção acessível e com ingredientes ao alcance de qualquer pessoa, começou esta aventura gastronómica. Veja, confecione, desfrute e impressione.

Music fighter: temos Marco Paulo e Bruno Nogueira numa batalha épica

Está preparado para um dos encontros mais improváveis na história da música portuguesa? O humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, dos Clã, pegaram em várias músicas consideradas "pimba" - daquelas que ninguém admite ouvir mas que, no fundo, todos vão dançar assim que começam a tocar - e deram-lhe novos arranjos, num projeto que chegou aos coliseus de Lisboa e do Porto.  "Ninguém, ninguém", de Marco Paulo, tem possivelmente a introdução mais acelerada e frenética do panorama musical português. Mas, no frente-a-frente, quem é o mais rápido? Vai um tira-teimas à antiga?

Dez verdades assustadoras sobre filmes de terror

Este vídeo é como o monstro de "Frankenstein": ganhou vida graças à colagem de partes de alguns dos filmes mais aterrorizantes de sempre. Com uma ratazana mutante e os organizadores do festival de cinema de terror MotelX pelo meio. O Expresso foi à procura das razões que explicam o fascínio pelo terror, com muito sangue (feito de corante alimentar) à mistura. 

A paixão do vinil

Se para muitos o vinil é apenas uma moda que faz parte da cultura do revivalismo vintage, para outros ver o disco girar nunca deixou de ser algo habitual.

Portugal foi herdado, comprado ou conquistado?

Era agosto em Lisboa e, às portas de Alcântara, milhares de homens lutavam por dois reis, participando numa batalha decisiva para os espanhóis e ainda hoje maldita. Aconteceu em agosto de 1580. Mais de 400 anos depois, o Expresso deu-lhe vida, fazendo uma reconstituição do confronto através do recorte e animação digital de uma gravura anónima da época.

O Maradona dos bancos centrais

Dizer que Mario Draghi está a ser uma espécie de Maradona dos bancos centrais pode parecer estranho. Mas não é exagerado. Os jornalistas João Silvestre e Jorge Nascimento Rodrigues explicaram porquê num conjunto de artigos publicado no Expresso em Novembro de 2013 e que venceu em junho deste ano o prémio de jornalismo económico do Santander e da Universidade Nova. O trabalho observa ainda o desempenho de Ben Bernanke no combate à crise, revisita a situação em Portugal e arrisca um ranking dos 25 principais governadores de bancos centrais. Republicamos os artigos num formato especial desenvolvido para a web.

Com Deus na alma e o diabo no corpo

Quem os vê de fora pode pensar que estão possuídos. Eles preferem sublinhar o lado espiritual e terapêutico desta dança - chamam-lhe "krump" e nasceu nos bairros pobres dos Estados Unidos. De Los Angeles para Chelas, em Lisboa, já ajudou a tirar jovens do crime. Ligue o som bem alto e entre com o Expresso no bairro. E faça o teste: veja se consegue ficar quieto.

O Cabo da Roca depois da tragédia que matou casal polaco

Os turistas portugueses e estrangeiros que visitam o Cabo da Roca, em Sintra, continuam a desafiar a vida nas falésias, mesmo depois da tragédia que resultou na morte de um casal polaco, cujos filhos menores estavam também no local. Durante a visita do Expresso, um segurança tentou alertar os turistas para o perigo e refere a morte do casal polaco. O apelo não teve grande efeito. Veja as imagens.

Ó Capitão! meu Capitão! ergue-te e ouve os sinos

Ele foi a nossa ama... desajeitada. Ele foi o professor que nos inspirou no liceu. Ele trouxe alegria, mesmo nas alturas mais difíceis. Ele indicou-nos o caminho na faculdade. Ele ensinou-nos a manter a postura, mas também a quebrar preconceitos. Ele ensinou-nos que a vida é para ser aproveitada a cada instante. Ó capitão, meu capitão, crescemos contigo e vamos ter de envelhecer sem ti. 


Comentários 81 Comentar
ordenar por:
mais votados
Há muito tempo que se sente que Rui Rio
renovará mandato no Porto. Quem vive no Porto tem dado essa sensação ao longo do tempo. Pouco contestado com a excepção da área cultural. Os seus mandatos neste campo têm sido lamentáveis. Tem uma visão da cultura muito provinciana o que denota em parte, alguma falta de educação e cultura e esse aspecto denota-se no seu discurso e nas atitudes que toma. Porém os cidadãos do Porto serão aqueles que devem de escolher o seu presidente de câmara de forma livre e sem qualquer pressão de outra região. Rui Rio também ganha a Câmara porque Elisa Ferreira é uma fraca candidata. Iniciou-se mal ao ter sido simultâneamente candidata nas eleições europeias e foi eleita e agora candidata-se à Câmara Municipal. Esse aspecto não é bem visto pela generalidade da opinião pública, que encontra nesta atitude um sinal de ganância aos tachos. O Porto tem neste momento Rui Rio que demonstrou ao longo destes anos ser fiel aos seus eleitores não tendo sido tentado a ocupar outros cargos no seu partido. Só esta atitude lhe garante a reeleição.
Este homem será o próximo líder...
... do PSD. Que não hajam dúvidas. Tem todas as condições e o perfil de líder.
Re: Este homem será o próximo líder...
Re: Este homem será o próximo líder...
Re: Este homem será o próximo líder...
continua ....
Re: continua ....
Re: Este homem será o próximo líder...
Re: Este homem será o próximo líder...
Re: Este homem será o próximo líder...
Re: Este homem será o próximo líder...
A falta de cultura de Coligções
Re: Não concordo!
Re: Este homem será o próximo líder...
Re: Este homem será o próximo líder...
Re: Este homem será o próximo líder...
Re: Este homem será o próximo líder...
Não Pode Ser...
Ouvi agora mesmo na RDP a "análise" política de um tal Carlos Magno (extremamente independente e, ao que afirma, racional) que garantiu que Elisa Ferreira ía ganhar.

Prova-se assim que esta sondagem está errada.
Re: Não Pode Ser...
Re: Não Pode Ser...
Re: Não Pode Ser...
E Lisboa? Não tem sondagem?
Se não é mostrada a sondagem de Lisboa deve ser sinal que não é favorável ao PSD...
Nuno Costa
Re: E Lisboa? Não tem sondagem?
Talvez seja o contrário
Re: Talvez seja o contrário
Parabéns ao PS!
Conseguir mais de 30% dos votos numa eleição a que não apresenta candidato é uma enorme vitória do PS, ainda que com menos votos que a lista adversária, que só consegue ganhar graças ao facto de apresentar um candidato.
Elisa Ferreira
Usando de um oportunismo político, a todos os títulos censurável, e porque sabia de antemão que a sua derrota no Porto, era um dado adquirido, Elisa Ferreira tratou de segurar, antes de tudo, um lugar em Bruxelas, como deputada. O mesmo fêz a "educada" e "palavrosa" Ana Gomes !
Sobre Rui Rio, quem teria a coragem de enfrentar o conhecido "Papa" do Porto, que nos tempos de Fernando Gomes e de Nuno Cardoso, era o o verdadeiro Presidente da Câmara do Porto ?
Agora, lá está de novo, "encostado" a Elisa Ferreira", para tentar conquistar alguns votos, à custa do F. C. do Porto...
Mas, como da última vez, o tiro vai-lhe sair pela culatra!
Uma vez mais vai sair derrotado!
Difícil tarefa
Re: Difícil tarefa
Re: Difícil tarefa
Re: Difícil tarefa
Re: Difícil tarefa
Sondagens
É certo que sondagens não passam de sondagens.
Das quatro sondagens, só a de Lisboa é favorável ao PS.
As referentes ao Poro, Oeiras e Setúbal, são-lhe todas desfavoráveis.
Factos são factos !
Dsmintam-nos !
Não colhe o sistema seguido por alguns comentadores, de passarem ao lado dos temas em questão, e refugiarem-se em outros de cariz totalmente diferente!
Eu, a esses, não respondo ! Portanto é tempo perdido !
Re: Sondagens
Sondagem Rui Rio para terceiro mandato
Será o último mandato e só espero que depois disto descanse em paz. O PSD precisa e o País também de uma nova geração de politicos com novas ideias e que não cheirem a mofo. De dinossauros e mumias já todos estamos fartos. Cada geração tem de fazer a cama para se deitar.
Re: Sondagem Rui Rio para terceiro mandato
É.. LISA de ideias
É PS...
É triste...
Será que Mário Soares e o filho vão estar na campanha desta "velha senhora"?
Re: É.. LISA de ideias
Re: É.. LISA de ideias
ELISA
A colagem ao FCPorto é vergonhosa. O FCPorto é que projecta a cidade do Porto para o mundo e não o contrário. Rui Rio foi infeliz na forma como abordou a ligação da câmara aos clubes de futebol, mas o seu princípio está certo.
Re: ELISA
Rio, Água
Ao Secretariado Nacional do PS se deve esta derrota. Este Secretariado é muito fraco estrategicamente.
Elisa Ferreira
Lá terá que arrumar as malas, na segunda-feira, a Dra. Elisa Ferrreira, a caminho de Bruxelas !
É que o "dinheirinho", nestas coisas conta muito !
Para quem dizia , que o Porto era tudo, porque não fica como vereadora ?
Não se esqueça da Dra. Ana Gomes...
Pronto,
se vier a ser eleito, como tudo indica, lá estará o meu Boavista tramado. Seria de esperar que o meu clube do coração fosse colocado em pé de igualdade com o F.C.Porto, no que diz respeito a apoios, mas com este presidente, népia.
Re: Pronto,
Re: Pronto,
Re: Pronto,
Por falar em gamelas de Bruxelas...
É uma forma vergonhosa
de falar de um poleiro,
de uma política espinhosa
com discurso foleiro.

A honestidade é tortuosa
para esta cambada,
têm uma relação virtuosa
com a razão encabada.

Até a gamela do lado
não resiste à voracidade,
de um porco pincelado
com muita autenticidade.

A candidata duplicada
em diferentes eleições,
fica mais que explicada
estas doutas afirmações.
Re: Por falar em gamelas de Bruxelas...
Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Não percebo porque é que o PS não avançou com uma candidatura forte, coerente e ganhadora.
Esta senhora não tem uma única ideia sobre ordenamento do território e desenvolvimento da infra-estrutura de transportes, ao contrário de Rui Rio que luta por ideias e objectivos.
O Metro da Boavista vai para a frente porque Rio é presidente!
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
António Rocha e José do Telhado...
Re: António Rocha e José do Telhado...
Caro António Rocha...
Re: Caro António Rocha...
Mas...
Re: António Rocha e José do Telhado...
Sendo assim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Re: Elisa é muito fraquinha, mas enfim...
Comentários 81 Comentar

Últimas


Edição Diária 17.Abr.2014

Leia no seu telemóvel, tablet e computador
PUBLICIDADE

Pub