Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Vídeo: Hacker declara morte da privacidade na Net

  • 333

Samy Kamkar, norte-americano que em 2005 obrigou os administradores do MySpace a desligar o site, garante que ninguém tem os seus dados pessoais devidamente protegidos na Web.

Carlos Abreu (www.expresso.pt)

Hugo Cruz/ISCTE-IUL

Samy Kamkar, 24 anos, nasceu em Pitsburg, Pensilvânia. Aos 13 mudou-se de armas de bagagens para Los Angeles, Califórnia, onde viria a concluir o ensino secundário.

Decide então começar a trabalhar como administrador de sistemas informáticos, num primeiro momento, e como programador, mais tarde.

Contrariamente à maioria dos engenheiros de software com que lida diariamente, tudo o que sabe, aprendeu sozinho.

Em 2005, acabaria por entrar para a história da pirataria informática como o autor do primeiro worm (programa malicioso) da era Web 2.0. Alvo: MySpace. O "Samy Worm" permitiu-lhe angariar um milhão de amigos em apenas 20 horas e acabaria por obrigar o administradores desta rede social a pararem o site para correção do problema.

Segundo Samy Kamkar, foi o próprio Governo norte-americano e não o MySpace que apresentou queixa. Em 31 Janeiro de 2007, chega finalmente a um acordo, tendo sido condenado a três anos de pena suspensa. Hoje, diz-se "arrependido" e garante que não voltará a fazê-lo.