Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Universidade do Porto não vai aumentar propinas

  • 333

Decisão votada por unanimidade na reunião do Conselho Geral é justificada com os graves problemas sociais da região.

A Universidade do Porto (UP) anunciou hoje que decidiu não aumentar o valor das propinas dos estudantes "mesmo que isso signifique uma gestão ainda mais difícil do seu orçamento".

A decisão foi hoje votada, por unanimidade, na reunião do Conselho Geral desta instituição, refere um comunicado enviado à agência Lusa.

"A UP está sediada numa região do país com graves problemas sociais em que o desemprego, a quebra do rendimento das pessoas e outros custos sobre os estudantes e as suas famílias têm particular gravidade", lê-se na nota que é assinada pelo vice-presidente do Conselho Geral da UP, Paul Symington.

A UP justifica que, "tendo em conta o papel que o ensino universitário tem na mobilidade social, através do saber e da qualificação dos seus estudantes" é "fundamental que o maior número lhe possa ter acesso".

"O Conselho Geral da UP recusa projetar sobre os estudantes, o ónus de cortes que foram impostos à Universidade, mesmo que isso signifique uma gestão ainda mais difícil do seu orçamento", termina o comunicado.