Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Transmissão do VIH só está a aumentar entre homossexuais

Balanço feito esta sexta-feira pela Direção-Geral da Saúde mostra que as relações sexuais transmitiram 90% das infeções pelo vírus da sida em 2013 e que o concelho de Lisboa tem três vezes mais novos casos do que o resto do país.

Os números mais recentes sobre sida, divulgados esta sexta-feira pela Direção-Geral da Saúde, mostram que Portugal continua a vencer batalhas na guerra contra o vírus. No ano passado, a infeção e as suas consequências diminuíram em todas as frentes. A grande preocupação dos responsáveis está agora focada nos homossexuais (gays), o único grupo da população portuguesa entre o qual a transmissão do VIH tem aumentado nos últimos dez anos.

Quase sempre (mais de 90%), a transmissão do vírus foi feita através de relações sexuais. As novas infeções diminuíram 13,7% (para 1416 novos infetados) e os novos casos de sida foram menos 21%, com 302 no total. As mortes associadas ao VIH também foram reduzidas, em 8,6%, para um saldo anual de 458 óbitos. Já entre os 197 bebés nascidos de mães infetadas, apenas em dois não foi possível evitar a transmissão do vírus.

Sobre a expressão geográfica do VIH em 2013, os autores do documento revelam que a área da capital é a pior das localizações da infeção. "A região da Grande Lisboa e Península de Setúbal concentrou mais de 55% do total de casos notificados e o concelho de Lisboa apresentou uma taxa de incidência de novas infeções por VIH mais de três vezes superior à média nacional (13.6 por 105 habitantes)", lê-se no documento. Além da capital, o vírus foi ainda responsável por um maior número de casos no Porto, Loures, Amadora, Setúbal, Sintra, Oeiras e Faro.

Para o próximo ano, uma das prioridades do Programa Nacional para a Infeção VIH/Sida é o reforço do diagnóstico precoce junto das populações mais vulneráveis. O responsável pela estratégia nacional, António Diniz, vai apostar ainda na realização de testes rápidos nos cuidados de saúde primários para a população geral, sempre com informação e autorização prévias do utente. 

Portugal tem um total acumulado de 48657 infeções por VIH.