Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Sócrates aproxima-se do BES na votação dos leitores do Expresso

A menos de um dia do final da eleição online, pelos leitores do Expresso, dos factos e personalidades que marcaram o ano, no país e no mundo, a detenção de José Sócrates encurta a desvantagem para o estoiro do BES como acontecimento nacional de 2014. Já Carlos Alexandre aumenta a distância sobre António Costa.

PARA VOTAR, CLIQUE  AQUI  -  

Será uma disputa praticamente até ao último voto: o estoiro do BES como acontecimento nacional de 2014 para os leitores do Expresso tem apenas dois pontos percentuais de vantagem sobre a detenção de José Sócrates (37,27% contra 35,25%, respetivamente) segundo os resultados apurados às 18h30 desta quinta-feira. A votação termina às 17h30 desta sexta-feira.

O que significa que as 23 horas finais serão decisivas. Sem hipótese de se intrometer na luta pela vitória, está a balbúrdia na colocação de professores (com 6,66%).

A incerteza no resultado está agora na escolha do acontecimento nacional. Ao início da manhã desta quinta-feira, as coisas estavam mais renhidas quanto à figura que mais se destacou em Portugal, mas nas últimas horas Carlos Alexandre ganhou avanço sobre António Costa (31,87% contra 26,91%).

Apesar de tudo, não se pode excluir uma reviravolta, nesta categoria, nas opções dos leitores do Expresso. Sem possibilidades de se intrometer nos dois primeiros lugares está Carlos do Carmo, com 11,31%.

Na cena internacional, as escolhas parecem estar feitas. Como figura, o Papa Francisco destaca-se da concorrência (com 64,83%), sendo a Nobel da Paz Malala Yousafzai a segunda classificada (15,39%), seguida de Vladimir Putin (11,91%).

Sem ser avassalador, também o surgimento do Estado Islâmico merece a clara preferência dos leitores do Expresso (36,92%) como acontecimento mais importante do mundo em 2014. O conflito da Ucrânia é o segundo mais votado (19,31%), seguido pelo desencanto com a Europa (14,87%).



- PARA VOTAR, CLIQUE  AQUI  -  

Em 2014, pela primeira vez, o Expresso abriu a votação das figuras e acontecimentos do ano aos seus leitores. A escolha segue-se à votação pela própria redação do Expresso - numa das mais velhas tradições democráticas da imprensa portuguesa.

A eleição foi feita no dia 2 de dezembro, num concorrido plenário que chegou a contar com mais de meia centena de jornalistas. As escolhas da Redação do Expresso, feitas por braço no ar, serão reveladas na edição de sábado, dia 13 de dezembro.

A discussão e escolha da Redação foram feitas sobre as mesmas listas que os leitores têm ao seu dispor para eleger as figuras e acontecimentos, nacionais e internacionais, de 2014.

PARA VOTAR, CLIQUE  AQUI  -