Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Ralph Fiennes queixa-se do Twitter

O ator acusa a rede social de ensinar os mais jovens a pensar em apenas "140 caracteres".

Ralph Fiennes juntou-se à lista de críticos do Twitter, afirmando que as mensagens de 140 caracteres que a rede social permite publicar estão a influenciar, negativamente, a forma como os jovens se expressam em inglês.

"A nossa expressão e o uso que damos a algumas palavras estão a diluir-se, ao ponto de um parágrafo com mais de oração se tornar num problema", disse o ator no Festival de Cinema da Academia Britânica.

O eterno protagonista de 'O Paciente Inglês', que se mantém afastado das redes sociais, diz que as gerações mais jovens de atores estão a ser prejudicadas pelo Twitter, que os obriga a "pensar" em 140 caracteres.

"Os professores das escolas de teatro país queixam-se da dificuldade que os estudantes têm em interpretar um texto de Shakespeare", acusa.