Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Prisão preventiva para alegado raptor dos Açores

  • 333

A vítima de 11 anos foi encontrada pelas autoridades amarrada e mal-tratada no apartamento do suspeito, em Ponta Delgada.

Hugo Franco

Hugo Franco

Jornalista

Um homem de 44 anos, suspeito do sequestro de uma jovem de 11 anos, numa freguesia rural de Ponta Delgada, nos Açores, ficou em prisão preventiva. Durante a manhã foi ouvido pelo juiz num local não divulgado por razões de segurança. Está indiciado por sequestro agravado e ofensa à integridade física grave.



A menina foi encontrada amarrada, amordaçada e com marcas de violência física num apartamento da freguesia de São Roque. Tinha desaparecido no sábado e encontrada duas horas depois de noticiado o seu desaparecimento.



O suspeito é um vizinho da família que trabalha num talho da zona e é toxicodependente terá agredido a vítima com violência durante o tempo que a manteve em cativeiro. As autoridades prenderam-no por "fortes indícios de rapto e homicídio na forma tentada", precisou a PSP, que liderou a operação mas contou com o apoio da Polícia Judiciária. A menor estava "fisicamente muito mal tratada", num estado que indicava que "poderia correr risco de vida, revelou ainda o Comando Regional da PSP dos Açores.



Depois de resgatada pelas autoridades, a menina a menina foi transportada para o Hospital de Ponta Delgada, onde continua internada numa situação clínica considerada estável.