Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Portugueses felizes e otimistas, apesar da crise

Numa sondagem exclusiva do Expresso, 67% dos portugueses dizem-se felizes e 69% estão tão ou mais felizes do que há três anos.

Mafalda Anjos

O Expresso encomendou um grande inquérito nacional para tirar o pulso à felicidade dos portugueses. Ouvimos psicólogos, psiquiatras, médicos e outros especialistas que nos ajudaram a construir um questionário com mais de 50 perguntas, cuja primeira parte publicamos na Revista da próxima edição do Expresso.  

Surpreendentemente, apesar da grande crise económica que abala o país, a maioria dos portugueses revela-se feliz: 55% dos inquiridos dizem que, olhando para a sua situação atual, estão felizes, e 12% mesmo muito felizes. Apenas 26% respondem "nem feliz, nem infeliz", o equivalente ao tão típico "vai-se andando" português; 79% consideram-se otimistas ou moderadamente otimistas, contra apenas 18% que veem o copo meio vazio; 69% respondem mesmo que estão tão ou mais felizes do que há três anos, quando começaram a sentir-se os efeitos da crise económica e da austeridade.

O inquérito foi realizado pela GFK, com 1211 indivíduos com 18 ou mais anos, residentes em Portugal Continental, proporcional por região. Os trabalhos de campo decorreram entre 13 e 24 de setembro.

Leia mais na edição do Expresso deste sábado.