Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

O São João vai durar seis semanas, traz Rui Veloso e fecha com José Cid (que não faz concertos, mas festas)

  • 333

Rui Moreira anunciou "o maior" São João do Porto. De 23 de maio a 4 de julho, são seis semanas de festa non-stop por toda a cidade.

Isabel Paulo

Isabel Paulo

Jornalista

O presidente da Câmara do Porto prometeu esta quarta-feira o regresso às origens das festas do popular São João, que este ano voltam a ter o seu epicentro nas Fontainhas, ponto de romagem obrigatória dos foliões da noite mais longa da Invicta.

O programa de seis semanas de festas foi antecipado por Rui Moreira na histórica Alameda das Fontainhas, debruçada sobre o Douro, antes de um almoço aberto às gentes locais e onde não faltou o caldo verde, as sardinhas assadas, as bifanas e os manjericos da praxe. 

As seis semanas de festas de animação contínua arrancam a 23 de maio com o desfile do Carro Elétrico, transportando a bordo o 1º Baile em Marcha, baile itinerante que irá percorrer as ruas do casco histórico, dia em que será ainda inaugurado nas Fontainhas o grande mural "Porto, Cidade de Cidades", do artista plástico Kino. À meia-noite haverá largada de balões, integrada na iniciativa "São João Baloeiro", que irá colorir o céu do Porto, seguida de concerto gratuito de Carlão, ex-Da Weasel, que irá apresentar o albúm a solo Quarentena.

A 24 de maio, a abrir o apetite para o Primavera Sound, que decorre de 4 a 6 junho e que trará ao Porto nomes consagrados como Patti Smith, Caribou ou Mikal Cronin, o Parque da Cidade recebe o Mini Primavera Sound, evento de concertos e atividades gratuitas para os mais novos.

A 30 e 31 de maio acontece o Serralves em Festa, o maior festival de expressão artística contemporânea em Portugal, que oferece 40 horas consecutivas de eventos de música, dança, teatro, circo, exposições, cinema e workshops gratuitos para públicos de várias gerações.



José Cid faz a festa  No dia de Portugal, de Camões e das Comunidades portuguesas, o Porto vai sair à rua para comemorar os 600 anos da Conquista de Ceuta. Em parceria com várias entidades da cidade e com o mote simbólico "Das Tripas Coração", realizam-se um conjunto de atividades desportivas, espetáculos de música, bailaricos tradicionais e visitas guiadas a locais históricos da Invicta.

A 20 de junho, antecipando a noite que nunca dorme, Rui Veloso, a convite pessoal de Rui Moreira, regressa ao coração da sua cidade, a Avenida dos Aliados, para um espetáculo de celebração dos 35 anos de carreira do pai do rock português e dos 25 anos de um dos seus álbuns mais marcantes, "Mingos & Samurais".

De 19 a 24 são seis dias de Concertos na Avenida, sendo o de encerramento, logo após o fogo de artifício da noite de São João, animado por José Cid, que vai trazer ao Porto canções do recém-lançado álbum "Menino Prodígio", tema que cantou esta quarta-feira para os residentes das Fontainhas. Cid deixou uma certeza para o dia do santo da cidade: "Não faço concertos. Faço festas". 

As festividades vão custar 300 mil euros, mais 50 mil euros que no ano passado, inflação justificada por Rui Moreira com a maior adesão de patrocinadores e para dar alegria a muitos dos residentes da cidade após anos de crise.