Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

O melhor é não andar perto da casa de Clooney

  • 333

FOTO REUTERS

Ator prepara-se para festejar com pompa mais um aniversário. E o município italiano onde o vai celebrar aprovou novas medidas para acolher a celebridade e os festejos - há multas envolvidas.

O presidente da Câmara de Laglio, Roberto Pozzi, ordenou multas de até 500 euros a quem se aproximar das residências do ator norte-americano George Clooney no Lago Como, em Itália.

 

As novas medidas municipais, que podem ser consultadas a partir desta terça-feira no site da autarquia, são aplicadas a todos os não residentes.

 

Desde 2003 que estava proibida a aproximação de estranhos às mansões "por motivos de ordem pública e para garantir a segurança das pessoas". Além da multa, a autarquia estabeleceu agora novas distâncias mínimas.

 

De acordo com a imprensa internacional, o município de Laglio aprovou novas medidas antes da chegada de Clooney e da mulher, a advogada Amal Alamuddin, nos próximos dias, estando prevista para 6 de maio a festa de aniversário do ator, que cumpre 54 anos.

 

A Câmara garante que se trata de medidas de segurança, reafirmando que já em 2003 a elevada concentração de pessoas junto aos portões das duas casas de que Clooney é proprietário na região impedem a entrada e saída dos residentes e provocam graves problemas de trânsito.

 

Por isso, foram agora aplicadas multas entre os 50 e os 500 euros, para que não se repitam as mesmas situações que se têm verificado ao longo dos últimos anos.

Foi também estabelecido que fica proibido navegar a menos de 100 metros da propriedade de George Clooney, no Lago Como.

 

O ator norte-americano comprou uma mansão do século XVIII junto ao lago, em 2002, por 10 milhões de dólares (9,2 milhões de euros). Poucos anos mais tarde, adquiriu a propriedade vizinha para garantir mais privacidade.