Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Ministros impõem lei seca até aos 18 anos

  • 333

FOTO NUNO FOX

Novas regras de consumo de álcool são elogiadas pela comunidade médica, mas criaram divergências no Governo e não são consensuais.

Acabaram-se as minis. O conselho de ministros aprovou esta quinta-feira a nova lei do álcool, que proíbe o consumo de todo o tipo de bebidas alcoólicas, incluindo cerveja e vinho, até à maioridade. 

A lei atual proibia o consumo de bebidas espirituosas, como o vodka e o whisky, até aos 18 anos, mas permitia que os jovens a partir dos 16 pudessem beber cerveja e vinho, o que também passará a ser proibido.

As novas regras são elogiadas pela comunidade médica, mas criaram divergências no Governo e não são consensuais nos meios políticos e económicos. A oposição do ministro da Economia, António Pires de Lima, e de outros membros do Executivo fez com que o diploma não tivesse sido aprovado na semana passada. O ministro da Saúde levou a melhor esta semana.

"Esta nova legislação permitirá uma melhor fiscalização e uma mensagem mais clara nos espaços públicos e no acesso a bebida pelos adolescentes", afirmou Paulo Macedo, na conferência de imprensa realizada esta quinta-feira após o conselho de ministros.