Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Ministério Público considera crime palavras de Sousa Tavares

"Beppe Grillo? 'Nós já temos um palhaço. Chama-se Cavaco Silva'", é o título da entrevista com afirmações consideradas crime pelo Presidente. Miguel Sousa Tavares já está arrependido.

Anabela Natário e Rui Gustavo

O Ministério Público vai processar o escritor Miguel Sousa Tavares por considerar as "expressões proferidas na entrevista" publicada hoje "susceptíveis de integrar a prática do crime de Ofensa à honra do Presidente da República, previsto no artigo 328.º do Código Penal.

A agência Lusa afirma, citando "fonte de Belém", que a instauração do inquérito a Sousa Tavares foi pedida pelo Presidente da República.

O título da entrevista que faz capa do "Jornal de Negócios" é "Beppe Grillo? 'Nós já temos um palhaço. Chama-se Cavaco Silva'".

Entretanto, contatado pelo Expresso, o escritor, comentador e colunista mostrou-se arrependido. "Acho que o Presidente e o Ministério Público têm razão reconheço que não devia ter dito aquilo. Fui atrás da pergunta", disse.

"O processo vai seguir, logo verei o que digo. Obviamente que lhe chamei palhaço no sentido político", disse o escritor respondendo à pergunta se pretendia pedir desculpa ao Presidente da República.