Siga-nos

Perfil

Expresso

Sociedade

Marcelo esmaga Sócrates na estreia

Novo espaço de comentário do antigo primeiro-ministro na RTP1 teve audiência média de 978 mil telespectadores. Marcelo Rebelo de Sousa atingiu os 1,6 milhões na TVI.

O espaço de comentário de Marcelo Rebelo de Sousa no "Jornal Nacional" da TVI bateu ontem de forma clara a nova rubrica de comentário do ex-primeiro-ministro José Sócrates na RTP1, gerando, em média, um universo de mais 700 mil telespectadores.

De acordo com os dados de audiência da GfK, o "Jornal Nacional" da TVI teve uma audiência média de 1,6 milhões de telespectadores, atingindo, durante o período de emissão do comentário de Marcelo - antecipado para perto das 20h30 - , um rating médio de 17,2% e um share médio de 31,9%.

Já o espaço de comentário de José Sócrates na RTP1, emitido a partir das 21h e com a duração de 27 minutos, teve uma audiência média de 978 mil telespectadores, com um rating de 10,1% e um share médio de 18,3%.

Os dados da GfK indicam que o "Jornal Nacional" da TVI - que integra o comentário de Marcelo Rebelo de Sousa - foi, de resto, o programa mais visto do dia, enquanto o novo espaço de comentário de José Sócrates na RTP1 se quedou pela sétima posição no top 10 de audiências de domingo.

Ainda assim, a nova rubrica de Sócrates foi o programa com mais audiência neste domingo no canal público e a larga distância do segundo mais visto: o "Telejornal" que antecedeu a estreia de Sócrates teve menos 300 mil telespetadores do que o programa de comentário político do ex-primeiro-ministro.